16°/ 30°
Belo Horizonte,
24/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nível do Cantareira continua em queda e atinge 9,6%

Agência Estado

Publicação: 07/05/2014 10:07 Atualização:

São Paulo, 07 - O nível dos reservatórios do Sistema Cantareira registrou nova queda nesta quarta-feira, 7, de 0,2 ponto porcentual, atingido apenas 9,6% da capacidade total do conjunto de reservas. Segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o volume de água armazenado nos mananciais é o menor já registrado em 40 anos de operação do sistema. Ao longo da última semana, o índice acumula queda de 1,1 p.p.

Para efeito de comparação da situação crítica do Cantareira, há exatamente um ano, o nível dos reservatórios era de 62% de sua capacidade total, volume de água seis vezes maior do que o atual.

De acordo com o último relatório divulgado pelo comitê anticrise, chefiado por técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE) de São Paulo, a situação dos dois principais reservatórios do sistemas é ainda mais grave. Responsáveis por 82% da capacidade total do Cantareira, na segunda-feira (5) as represas Jaguari e Jacareí estavam com apenas 2,6% do total de água que são capazes de armazenar.

A concessionária e o governo de São Paulo, seu acionista majoritário, esperam iniciar a captação do chamado volume morto (água do fundo dos reservatórios) já no próximo dia 15. Segundo o governo estadual, o gatilho para o início da exploração seria, justamente, o esgotamento desses dois reservatórios.

O uso do volume morto exigiu da Sabesp um investimento de R$ 80 milhões na compra de bombas e em obras de infraestrutura. O montante não inclui o esperado aumento nos custos com energia elétrica, para o bombeamento, e com materiais de tratamento, devido à presença de mais sedimentos da água localizada no fundo das reservas.

Além de investimentos emergenciais, outras medidas adotadas para garantir o abastecimento de água na Grande São Paulo, podem reduzir em cerca de R$ 1 bilhão o resultado líquido da Sabesp em 2014. Diante da perspectiva financeira negativa, a concessionária já anunciou um corte de R$ 900 milhões no orçamento previsto para outros investimentos e despesas no ano

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.