10°/ 20°
Belo Horizonte,
31/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Adolescente suspeito de matar professor com tiro na cabeça se entrega Os investigadores do caso identificaram na tarde de ontem o adolescente que teria atirado na cabeça de Guilherme de Jesus durante assalto em Planaltina. O menino tem histórico de roubo

Luiz Calcagno - Correio Braziliense

Ailim Cabral - Correio Braziliense

Publicação: 07/05/2014 08:01 Atualização:

O adolescente de 13 anos suspeito de matar a tiros o professor de inglês Guilherme Moura de Jesus, 28 anos, no último sábado, se entregou à polícia, na companhia da mãe, na noite dessa terça-feira (6/5). O delegado adjunto da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), Edson Medina, detalhou que o menino cumpriu medida socioeducativa por ato infracional análogo a roubo. “A própria mãe nos confirmou que ele comete esses delitos há, pelo menos, dois anos”, afirmou.

Segundo o delegado, o adolescente, que se entregou na Delegacia da Criança e do Adolescente, deverá responder por ato infracional análogo a latrocínio (roubo com morte). O período máximo para a reeducação é de três anos. O jovem abordou o professor em um ponto de encontro comunitário (PEC) na Vila Vicentina, em Planaltina, por volta das 8h30. Acompanhado de outro jovem, ele pediu que a vítima entregasse a bicicleta e o celular. Guilherme se recusou a obedecê-lo, reagiu, acabou atingido por um tiro na cabeça.

O professor chegou a ser socorrido. Uma equipe do Corpo de Bombeiros o levou para o Hospital Regional de Planaltina e, por causa da gravidade dos ferimento, foi transferido para o Hospital de Base do DF. Não resistiu e morreu na unidade de saúde. Amigos, parentes e conhecidos do professor se despediram dele na segunda-feira, no Cemitério de Planaltina, por volta das 14h30.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.