Maquiadora brasileira é encontrada morta na Austrália

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/05/2014 20:49 / atualizado em 07/05/2014 07:45

Agência Estado

 Arquivo pessoal

A maquiadora brasileira Denise Moretti Batista, de 33 anos, foi encontrada morta abraçada ao filho de dois anos, na casa em que residia, em Melbourne, na Austrália. A família dela, que mora em Jundiaí, região de Campinas (SP), autorizou exames para que a causa da morte seja identificada. Um irmão e a mãe de Denise, Clara Moretti, viajam nesta quarta-feira, 6, para aquele país a fim de acompanhar o caso. O corpo da brasileira, que fez carreira bem sucedida no exterior, foi encontrado pelo marido australiano.

De acordo com Luís Fernando Batista, irmão de Denise, o marido contou que o casal tinha ido à praia com o filho e, ao retornar, ela jantou e subiu com o menino para o quarto. Naquela noite, o casal dormiu em quartos separados e, de manhã, ao entrar o quarto da mulher, o marido a teria encontrado já morta, segurando o filho nos braços. A criança estava acordada. A família já decidiu que o corpo da jovem será cremado na cidade de Melbourne. A decisão foi tomada em razão do custo para trazer o corpo para o Brasil.

Segundo Luís Fernando, o translado custaria cerca de R$ 90 mil e o governo brasileiro não ajudaria a bancar a despesa. O Itamaraty informou que está dando apoio a família, mas as leis brasileiras não preveem ajuda financeira nesses casos. Denise nasceu em Jundiaí e se mudou para Londres em 2004, formando-se maquiadora profissional numa escola inglesa renomada. Durante a carreira, participou de eventos de moda importantes, como o London Fashion Week, e maquiou personalidades como a top Kate Moss. Em 2011, conheceu o marido e se mudou para a Austrália, onde o casal teve um filho.

Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.