Duas acrobatas acidentadas nos EUA seguem graves

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/05/2014 19:49

Agência Estado

Rio, 06 - Duas das três acrobatas brasileiras que se acidentaram durante uma exibição em um circo nos Estados Unidos no último domingo continuam em estado grave, segundo familiares, mas nenhuma corre risco de morte. Elas estão internadas no Hospital de Rhode Island, em Provence, capital do Estado de Rhode Island, nos Estados Unidos.

Stefany Neves, de 19 anos, teve o fígado perfurado por uma costela, o que causou hemorragia interna. Ela também sofreu uma fissura na coluna, levou três pontos internos na boca e fraturou o pé esquerdo. Nesta terça-feira, 6, Stefany foi submetida a cirurgia no fígado, e nos próximos dias deve colocar placas e parafusos no pé. A acrobata deve passar cinco meses de cama. A mãe e um irmão dela chegariam hoje aos Estados Unidos.

Dayana Florentino, de 25 anos, estava sedada até hoje. Ela vai ser submetida a cirurgias no cotovelo e nas mãos.

Quem está em melhores condições é Widny Arce Neves, também de 25 anos. Ela sofreu fraturas no braço, no pescoço e na coluna, mas hoje foi postada em seu perfil na rede social Facebook uma foto em que ela aparece numa maca, mas de olhos abertos, sorrindo e fazendo sinal de positivo.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.