21°/ 32°
Belo Horizonte,
02/SET/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Entidade rebate crítica de Dilma a médicos brasileiros

Agência Estado

Publicação: 01/05/2014 17:31 Atualização:

Brasília, 01 - O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota nesta quinta-feira, feriado do Dia do Trabalho, contra a declaração da presidente Dilma Rousseff de que os médicos cubanos são mais requisitados pelos prefeitos por serem mais atenciosos que os profissionais formados no Brasil.

"Tal afirmação representa mais uma agressão direta e gratuita aos 400 mil profissionais que têm se empenhado diuturnamente no suporte às políticas de saúde e no atendimento à população nas redes públicas e privada", diz trecho da carta aberta à presidente.

Em jantar com jornalistas esportivos em razão da Copa do Mundo, na segunda-feira (28), a presidente elogiou o tratamento dos profissionais cubanos do programa Mais Médicos, definindo-o como mais "humano". "O padrão de atendimento dos cubanos é melhor que o nosso", afirmou Dilma, em relação ao tratamento inicial oferecido aos pacientes pelos médicos brasileiros nos serviços públicos de saúde. Segundo ela, ao todo são 14 mil médicos cubanos trabalhando no País.

Em oposição, o CFM afirma no documento que a medicina brasileira está entre as melhores do mundo, embora o sistema público esteja em crise. "Seus representantes são referência internacional no diagnóstico e no tratamento de doenças e, apesar da ausência de estímulos do Estado e das parcas condições de trabalho, agem como heróis em postos de saúde, em ambulatórios e nos hospitais e prontos-socorros, constantemente abarrotados por cidadãos com dificuldade de acesso à assistência", afirma. Sobre o SUS, a entidade diz que sucessivos relatórios e levantamentos (nacionais e internacionais) apontam "um cenário de guerra", no qual médicos e pacientes são vítimas.

A entidade aproveita a carta para repetir os mesmos pedidos: aumento de investimentos em saúde, modernização da gestão do setor e criação de uma carreira pública para os médicos e outros profissionais do SUS. "Apenas acompanhamos pela TV o anúncio de um programa de importação de profissionais que está longe de resolver de forma estruturante o caos da saúde", critica.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: valmir marques
debate desnecessario..todo mundo que ja adoeceu uma vez na vida sabe como são nossos médicos... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.