20°/ 27°
Belo Horizonte,
21/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Haddad nega relação com incidente na Câmara

Agência Estado

Publicação: 30/04/2014 15:19 Atualização:

São Paulo, 30 - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou na manhã desta quarta-feira, 30, durante a inauguração de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Pedreira, na zona sul, que "a Prefeitura repudia todo ato de violência e depredação na cidade de São Paulo" e que, o fato de ter subido em um carro de som do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), na semana passada, "não contribui" com o confronto no início da noite desta terça-feira, 29, na Câmara Municipal.

Cerca de 3 mil sem-teto que pressionavam a aprovação do Plano Diretor entraram em confronto com a Polícia Militar, atearam fogo em banheiros químicos e incendiaram um restaurante, após a sessão ter sido encerrada. A votação deve acontecer a partir das 15h desta quarta-feira. Questionado sobre o adiamento, Haddad disse que respeita a decisão. "A Câmara Municipal está madura. Vou respeitar a decisão dos vereadores. Nós nos solidarizamos com a Câmara e entendemos que ela tem que ter seu tempo", afirmou o prefeito.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.