Protesto por moradia paralisa Marginal do Tietê em SP

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/04/2014 12:01 / atualizado em 30/04/2014 12:09

Agência Estado

Uma manifestação a cerca de 300 metros da Ponte do Tatuapé bloqueia totalmente as pistas local, central e expressa da Marginal do Tietê, na zona norte da capital paulista, na manhã desta quarta-feira, no sentido da Rodovia Castello Branco.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o ato começou por volta das 10h Até as 11h30, não havia previsão de término do ato. Os manifestantes carregam faixas pedindo ajuda ao prefeito Fernando Haddad (PT).

O protesto seria liderado pelo Movimento Independente de Luta por Habitação. Segundo a Polícia Militar, o ato seria contra uma reintegração de posse marcada para o dia 19 de maio em um terreno particular do Parque Novo Mundo, na zona norte da capital.

O protesto já provoca 5,3 quilômetros de congestionamento na Marginal. Vai da Ponte do Imigrante Nordestino até a Rodovia Presidente Dutra. Na Rodovia Ayrton Senna, a lentidão é do km 23 ao 11, ficando emendado à fila de veículos parados na Marginal.

A Polícia Militar não informou a quantidade de soldados que foi deslocada até o local, mas informou que, até as 11h30, a marcha era pacífica e sem registro de depredações.

Um protesto por moradia ocorrido ontem, liderado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), pela Frente de Luta por Moradia (FLM) e outros movimentos terminou em confronto na noite de terça na região central depois que não houve, na Câmara Municipal, a votação do novo Plano Diretor Estratégico da capital paulista. Os manifestantes continuam até a manhã desta quarta na frente da Câmara.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.