17°/ 29°
Belo Horizonte,
23/OUT/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Advogado diz que morte de Bernardo foi acidental

Agência Estado

Publicação: 28/04/2014 20:37 Atualização:

Porto Alegre, 28 - O menino Bernardo Uglione Boldrini, de Três Passos, no Rio Grande do Sul, pode ter sido vítima de aplicação indevida de uma dose excessiva de medicamentos para dormir. Essa é a nova versão divulgada nesta segunda-feira, 28, pelo advogado da assistente social Edelvânia Wirganovicz, uma das três pessoas presas por suspeita de participação no crime. "É possível que tenha sido acidental", afirmou Demetryus Eugênio Grapiglia. "É a versão que ouvi da minha cliente, que não participou do evento morte." Segundo ele, a assistente ajudou a ocultar o cadáver porque teria sofrido pressão psicológica da madrasta do menino, a enfermeira Graciele Ugulini.

Grapiglia admite que Edelvânia conduzia o carro, mas não viu Graciele dar remédios para o menino dormir, levantando a hipótese de que a madrasta possa ter se enganado na dosagem. A nova versão nega a tese de aplicação de uma injeção letal, investigada pela polícia, e, ao abrir a hipótese de erro na quantidade de medicamentos para dormir, atenua também a suspeita que recai sobre a madrasta, de crime premeditado.

Segundo investigações, Graciele viajou de Três Passos para Frederico Westphalen com o garoto no dia 4 de abril. Na cidade vizinha, procurou Edelvânia. Câmeras captaram imagens das duas saindo com o garoto e voltando sem ele. Em depoimento, a assistente social teria confessado participação e indicou o local onde o corpo foi escondido. No dia 14, a polícia encontrou os restos mortais enterrados em um matagal e prendeu Graciele, Edelvânia e o pai de Bernardo, o médico Leandro Boldrini. A delegada Caroline Bamberg Machado assegura que os três estão envolvidos na morte, faltando esclarecer a participação de cada um.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Carlo Oliveira
Alguem ai da justiça, poderia por favor acidentar também essa vaca e sua amiga? se um assassinato é acidente, vamos imputar culpa também pela pena de morte à um acidente... acidente de percurso... matou?... morreu...!!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.