17°/ 31°
Belo Horizonte,
01/NOV/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Homem baleado na cabeça durante protesto no Rio é identificado Vítima foi atingida em meio a confronto entre moradores e policiais

Agência Estado

Publicação: 23/04/2014 07:58 Atualização: 23/04/2014 09:25

Policial empunha arma de munição letal durante protesto de moradores contra a morte de dançarino no morro do Pavão-Pavãozinho (AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON )
Policial empunha arma de munição letal durante protesto de moradores contra a morte de dançarino no morro do Pavão-Pavãozinho

Foi identificado como Edilson da Silva dos Santos o homem morto a tiro na noite desta terça-feira, 22, durante protesto de moradores dos morros Pavão-Pavãozinho e Cantagalo. A manifestação, contra a morte do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, foi muito violenta. Vias importantes do bairro, como a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, a Rua Raul Pompeia e o túnel Sá Freire Alvim, foram interditadas por barricadas de fogo.

Santos foi baleado na cabeça durante o confronto dos manifestantes e de policiais militares. Ele morava na comunidade, assim como o dançarino, de 26 anos, que trabalhava no programa Esquenta (Rede Globo), apresentado pela atriz Regina Casé.

O protesto, iniciado no início da noite, se estendeu pela madrugada. A situação agora é aparentemente calma. A Polícia Militar (PM) reforçou a vigilância nos acessos e no alto das favelas.

O complexo Pavão-Pavãozinho-Cantagalo deveria estar pacificado. Mas, diferentemente do que o governo estadual alardeia já há cinco anos, desde que implantou uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), os tiroteios têm sido constantes.

A Polícia Civil informou ter aberto inquéritos para apurar as mortes de Santos e Pereira. Moradores responsabilizam policiais militares da UPP. No caso do dançarino, existe a suspeita de que ele tenha sofrido uma queda, porque o corpo não tinha marcas de tiros. Mas amigos e parentes acusam os PMs de o terem espancado até a morte na segunda-feira, 21. O corpo foi achado nesta terça 22, à tarde, em uma creche.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.