Segunda morte no Complexo da Maré sob o comando das Forças Armadas

Terezinha Justino da Silva, de 67 anos, morreu baleada na madrugada dessa terça-feira (15/4)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 16/04/2014 13:39

Correio Braziliense

Terezinha Justino da Silva, de 67 anos, morreu na madrugada de ontem, depois de ser atingida por um tiro no peito e outro na barriga. Foi a segunda morte registrada no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, desde que a Força de Pacificação, comandada pelas Forças Armadas, assumiu o policiamento do local.

As autoridades investigam se a idosa foi baleada em um confronto entre uma patrulha da Polícia Militar e traficantes do local. Outro morador foi atingido na perna, mas passa bem. No último sábado, um jovem de 18 anos foi morto por um fuzileiro naval. Há versões desencontradas desse episódio: os militares dizem que revidaram a um ataque, moradores afirmam que o rapaz não era bandido.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.