18°/ 28°
Belo Horizonte,
22/NOV/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça mantém preso comerciante que atropelou e matou 6

Agência Estado

Publicação: 15/04/2014 20:19 Atualização:

Sorocaba, 15 - A Justiça decidiu manter na prisão o comerciante Fábio Hiroshi Hattori, de 27 anos, acusado de atropelar e matar seis pessoas que saíam de uma rave, na rodovia Raposo Tavares, em Sorocaba (SP), na madrugada do último dia 6. No acidente, outras seis pessoas ficaram feridas - quatro continuam internadas. Teste do bafômetro feito na ocasião mostrou que o motorista dirigia embriagado. Em decisão divulgada nesta terça-feira (15), a juíza Adriana Tayano Fanton Furukawa, da Vara do Tribunal do Júri, indeferiu o pedido da defesa de que o acusado passasse a responder o processo em liberdade.

Um pedido de relaxamento da prisão em flagrante já havia sido negado pela Justiça. O advogado do acusado, Mário Del Cistia Filho, vai entrar com habeas-corpus no Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo. A Polícia Civil pedirá nesta quarta-feira (16) à Justiça que o comerciante responda por seis homicídios com doloso eventual, já que ele teria assumido o risco de causar o acidente ao dirigir após tomar bebida alcoólica. De acordo com o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, testemunhas disseram que o comerciante estava em alta velocidade.

A Justiça decidirá se o acusado será julgado pelo júri popular. O grupo de jovens saía da rave e se dirigia a um ponto de ônibus na rodovia quando houve o atropelamento. O comerciante alegou que se perdeu ao desviar o veículo, um Volkswagen Saveiro, de pessoas sobre a pista. A festa, que reuniu mil jovens e adolescentes, não tinha alvará.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.