11°/ 20°
Belo Horizonte,
30/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morre jovem mantida em cárcere privado por 19 anos

Agência Estado

Publicação: 10/04/2014 13:07 Atualização: 10/04/2014 13:34

Morreu na noite desta quarta-feira, 09, a jovem Daiana de Souza Lima, de 19 anos, após ficar a vida inteira em cárcere privado imposto pela própria mãe. Marlucia Rodrigues de Souza, de 42 anos, mãe da adolescente, foi presa em casa, na favela do Lixão, em Duque de Caxias, na região metropolitana do Rio.

A jovem, que era deficiente mental, teve uma parada respiratório no Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias. Ela foi encontrada por agentes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, de Duque de Caxias (DEAM/Duque de Caxias) em estado de subnutrição, pesando apenas 25 kg, e com feridas necrosadas no corpo, inclusive com larvas de insetos.

Os vizinhos não sabiam da existência da jovem, mas sentiram o mau cheiro que saia da casa e invadiram o local quando Marlucia estava fora.

Inicialmente, Marlucia foi indiciada por cárcere privado e maus tratos. Com a morte da filha, ela foi transferida para o presídio Bangu 8, na zona norte do Rio e pode ser acusada de maus tratos seguido de morte ou de homicídio.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.