15°/ 22°
Belo Horizonte,
21/AGO/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Governo decreta estado de calamidade pública no Acre

Agência Estado

Publicação: 08/04/2014 12:01 Atualização: 08/04/2014 13:36

O governador do Acre, Tião Viana (PT), decretou estado de calamidade pública em função do isolamento causado pela cheia do Rio Madeira em Rondônia. Há mais de dois meses, a BR-364 está submersa pelas águas do rio.

"O decreto vai nos facilitar uma relação mais direta com o governo federal", afirmou o governador à agência oficial do governo do Acre. Durante o período de isolamento, faltam produtos nos supermercados.

O comércio passa por crise e o risco de desabastecimento é real, o que justificou a assinatura do decreto. Falta cimento para a construção civil e a ameaça de falta de combustível leva o acreano a enfrentar longas filas nos postos da capital.

Nesta segunda-feira, 7, chegaram as primeiras carretas trazendo gasolina do Peru. A articulação política garantiu que o Acre passasse a importar combustível do Peru. O governo federal e a BR Distribuidora autorizaram o Estado a comprar 14 carretas com 35 mil litros do produto para atender a situação emergencial.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.