Após 2 anos de atraso, extensão da CPTM abre na quinta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 01/04/2014 21:01

Agência Estado

São Paulo, 01 - Após mais de dois anos de atraso, o trecho mais a oeste da Linha 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) pode ser reaberto ainda neste mês, disse nesta terça-feira, 1.º, o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. Com 6,3 km de comprimento, a extensão ligará as estações Itapevi, atual ponto final da linha, e Amador Bueno, que passou por reformas. Há uma parada entre elas: Santa Rita, também revitalizada.

Uma nota no site da CPTM que não foi distribuída para a imprensa revela que a operação assistida naquele trecho começa na quinta-feira, 3. "Inicialmente, os trens circularão no período entre 10h e 16h, com acompanhamento dos técnicos, atendendo às estações Amador Bueno, Santa Rita e Itapevi", informa o texto.

As obras de modernização dessa parte da Linha 8 se iniciaram há quase quatro anos, em maio de 2010, ainda na gestão José Serra, também do PSDB. Naquela época, o prazo dado pelo governo do Estado para a entrega do tramo era dezembro de 2011, o que não ocorreu. Em novembro do ano passado, o próprio Fernandes havia garantido a reinauguração do trecho ainda em 2013, promessa também não concretizada. Desde o começo das obras, o trecho está interrompido para os passageiros. A reforma, segundo divulgou o governo, custou R$ 269 milhões.

"Ali houve uma situação de três vezes serem roubados os cabos de comunicação de toda aquela área. Tivemos que refazer o processo, refazer o contrato. Mas está tudo equacionado", disse Fernandes na manhã desta terça-feira, durante vistoria de obras da Linha 5-Lilás do Metrô, na zona sul da capital paulista.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.