17°/ 29°
Belo Horizonte,
25/OUT/2014
  • (6) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Amorim autoriza uso de blindados no Complexo da Maré Exército ainda faz apenas serviços de inteligência, aguarda decreto presidencial para poder fazer patrulha e prisões

Agência Estado

Publicação: 26/03/2014 15:37 Atualização: 26/03/2014 16:46

Novo blindado do exército, produzido na fábrica da Iveco, em Sete Lagoas (Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Novo blindado do exército, produzido na fábrica da Iveco, em Sete Lagoas

O ministro da Defesa, Celso Amorim, autorizou, nesta quarta-feira, 26, o emprego de blindados e lanchas da Marinha em apoio às forças policiais do Estado do Rio no Complexo da Maré, zona norte da capital.

Nas próximas semanas, o conjunto de 16 favelas será ocupado pelas forças de segurança, para posterior implantação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). A autorização de Amorim, que consta da diretriz ministerial 8/2014, é baseada no pedido feito pelo governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB).

De acordo com a Marinha, a medida ainda não representa o emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no conjunto de favelas. Para isso, ainda é preciso a publicação de um decreto presidencial. Enquanto isso não ocorre, as Forças Armadas poderão atuar na Maré apenas em missões de levantamento de área e serviços de inteligência, que já estão sendo feitos. Já as operações de GLO conferem poder de polícia às Forças Armadas, isto é, autorização para patrulha, vistoria e prisões em flagrante.

Na diretriz, o ministro Celso Amorim determina ao comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto, que "acione veículos blindados de transporte de pessoal e lanchas para apoio logístico à Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro". Além disso, o almirante Moura Neto designará um oficial para promover a ligação com a Secretaria de Segurança, que mantenha informado o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), general José Carlos De Nardi.
Tags:

Esta matéria tem: (6) comentários

Autor: geraldo ramos
Acho a sociedade ingrata e abestalhada pq sabemos que os bandidos estao tomando conta do Brasil. Se o governo estadual nao toma uma atitude reclamam se toma e pedi ajuda federal esta errado. Acho que o governador do Rio de Janeiro agil certo em mostrar seu poder. Ou entao vamos volta ao militarismo. | Denuncie |

Autor: sebastiao dipaula
Penso que este país só mudará, quando houver por parte, das autoridades governamentais e das autoridades judiciárias posturas dignas de seriedade, direitos respeitados e cobrados com seriedade e rigor da lei quando tiver que punir, esse negócio de polícia pacificadora? É uma sensação de não punir. | Denuncie |

Autor: Geraldo Geraldo
Tem que "usar" esse "pessoal" mesmo! Ficam fazendo "treinamento pra Guerra", sendo que o Brasil é o PAÍS mais "pacato" que existe na face da Terra! Ficam OCIOSOS, sem ter o que FAZER, tem mesmo que mostrar alguma coisa de "produtiva" para o País; não é só COMER O NOSSO DINHEIRO, NÃO. CAMBADA. | Denuncie |

Autor: Meirelles Sr.
Esse bosta deste Amorim nunca assumiu nada e agora autoriza blindado na favela? Isso é sinal que vai dar merda na COPA. O governo federal só tá fazendo um teste na favela. Quem manifestar na copa corre o risco de ser fuzilado pelo exercito em nome da ordem. | Denuncie |

Autor: mauricio oliveira
ISTO E PARA INGLES VER....KKKKKKKKK!!!! O TRAFICO NUNCA VAI ACABAR, COMO A CORRUPÇAO TAMBEM NAO VAI ACABAR, SEUS MERDAS!!!! SEGURA A ONDA QUE VEM COISA PIOR....CHAMA O BARBUDO LARAPIO PARA ASSISTIR O QUE ELE APRONTOU PARA O MUNDO TODO VER !!!!! PTRALHAS VERMES....VAI SER IGUAL NO IRAQUE SO MATANÇA. | Denuncie |

Autor: Antonio
Esse ôba ôba é puro marketing do governo federal e do "maria aparecida" governador do Rio. O pessoal das FFAA tem trinamento para guerra, não tem para pegar bandido. Qdo um infeliz fuzileiro naval metralhar um traficante, vai ser preso em nome da justiça e se fu sozinho, como já aconteceu com Exérc. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.