11°/ 20°
Belo Horizonte,
30/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PM encontra partes de um corpo em Higienópolis, SP

Agência Estado

Publicação: 24/03/2014 09:19 Atualização:

São Paulo, 24 - A Polícia Militar de São Paulo encontrou no domingo, 23, partes de um corpo humano esquartejado em sacos plásticos espalhados pelas ruas de Higienópolis, bairro nobre na região central da capital paulista. Até o início da noite, três equipes do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, faziam buscas atrás da cabeça e dos dedos que foram arrancados do corpo para tentar identificar a vítima.

Segundo a PM, dois pedaços de pernas e dois pedaços de braços foram localizados por um morador de rua que vasculhava o lixo por volta das 9h, na esquina das ruas Sabará e Sergipe, próximo ao Cemitério da Consolação. Ele relatou o fato a um comerciante local, que telefonou para a polícia.

Um pouco mais tarde, por volta das 12h, os policiais encontraram o tronco do corpo, sem a pele e enrolado em roupas femininas, em saco plástico abandonado na rua Coronel José Eusébio, próximo à esquina com a Rua Mato Grosso, atrás do cemitério. Perto dali, na Rua da Consolação, uma mulher localizou duas coxas em outro saco despejado na calçada e acionou a PM.

Os policiais que atenderam à ocorrência acreditam que, pelo porte físico, a vítima seja um homem, de aproximadamente 30 anos. As partes da genitália e das nádegas também foram decepadas. Os membros esquartejados foram levados para o Instituto Médico Legal (IML), na zona oeste da capital paulista. Somente a perícia poderá apontar se todos os membros localizados são da mesma pessoa.

O caso foi registrado no 78.º Distrito Policial (Jardins), mas já está sendo investigado pelo DHPP. Ontem à tarde, o delegado Itagiba Franco, diretor do departamento, acompanhou as buscas dentro do cemitério e pelas ruas da região. Ele afirmou que, pelas circunstâncias, está claro que o autor do crime procurou dificultar ao máximo a identificação da vítima.

A polícia pretende usar imagens de câmeras de segurança de condomínios e comércios da região, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Guarda Civil Metropolitana (GCM) para tentar identificar quem abandonou os sacos com os membros decepados nas vias e, possivelmente, quem esquartejou a vítima. De acordo com o delegado, há imagens que mostram um suspeito empurrando um carrinho de supermercado com um saco.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.