16°/ 30°
Belo Horizonte,
30/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Prédio no centro de São Paulo tem desocupação pacífica

Agência Estado

Publicação: 20/03/2014 18:19 Atualização:

São Paulo, 20 - O prédio do número 617 da Avenida Rio Branco, no centro de São Paulo, que estava ocupado desde o dia 3 março por membros da Frente de Luta por moradia, foi desocupado pacificamente na tarde desta quinta-feira, 20, após um princípio de confusão durante a tentativa de reintegração de posse ontem.

Por volta das 13h de quarta-feira, policiais militares chegaram ao local para fazer a reintegração de posse do imóvel e houve confronto entre PMs e integrantes do movimento. Os policiais chegaram a usar spray de pimenta na ação. Após uma negociação entre o proprietário do imóvel, João Paulo Piza, a polícia e os sem-teto, a desocupação definitiva ficou marcada para as 12h desta quinta-feira.

No horário marcado, entanto, os integrantes do movimento permaneciam no prédio. Após a chegada do proprietário acompanhado de uma oficial de Justiça, eles pediram um pouco mais de tempo para organizar seus pertences. A saída definitiva ocorreu por volta das 13h30, sem a intervenção da PM, que deixou o local por volta das 10h e não retornou.

Inicialmente, os sem-teto acamparam em frente ao prédio, mas depois seguiram para a Praça do Correio, onde pretendiam montar barracos. "Vamos ficar aqui até sermos atendidos pelo governo", prometeu a dona de casa Ana Cristina Aparecida da Silva, de 32 anos. De acordo com ela, cerca de 300 pessoas foram expulsas do prédio.

Piza entrou no imóvel logo após a desocupação para realizar uma vistoria. "Eles quebraram lustres, arrebentaram portas, rasparam o piso e arrancaram torneiras", garantiu. "Agora vou ter de colocar seguranças aqui na frente e grades na fachada do prédio, para evitar que isso aconteça de novo." Ele alegou que o imóvel estava vazio porque passava por uma reforma para posteriormente ser alugado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.