Greve cancela 800 audiências no Fórum da Barra Funda

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/03/2014 16:37

Agência Estado

São Paulo, 19 - Cerca de oitocentas audiências foram canceladas no Fórum da Barra Funda, na zona oeste, desde que começou a greve dos agentes penitenciários segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). A paralisação no transporte de réus presos afeta 31 varas criminais e quatro tribunais de júris do fórum. Só na 29° vara criminal, 35 audiências foram canceladas.

De acordo com o TJ-SP, o número de 800 audiências é uma estimativa, uma vez que as estatísticas do mês de março só serão divulgadas em abril. Em relação aos prazos processuais, o Tribunal de Justiça informou que a consequência do reagendamento da audiência envolvendo réus presos deve ser analisada caso a caso.

Na terça-feira, 18, em assembleia geral, os agentes penitenciários do Estado de São Paulo decidiram manter a greve da categoria depois de não chegar a um acordo com a comissão do governo em reunião realizada pela manhã. Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de São Paulo (Sindasp), Daniel Grandolfo, o governo exigiu o fim imediato da paralisação para negociar, o que não foi aceito pela classe.

Segundo o Sindasp, até o momento 95% das unidades e dos servidores aderiram ao movimento, o que corresponde a 150 unidades das 158 do Estado e 28.500 servidores dos 30 mil do quadro da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). A greve já é considerada a maior realizada pela categoria. Em nota, a SAP informou que o Governo do Estado São Paulo mantém sua disposição de negociar com as entidades representantes dos agentes e que espera responsabilidade dos líderes.C
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.