Mulher arrastada por carro da PM do Rio chegou morta a hospital

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 17/03/2014 10:42

Agência Brasil

A moradora da comunidade da Congonha, na zona norte do Rio de Janeiro, Cláudia da Silva Ferreira, arrastada por um carro da Polícia Militar neste domingo já chegou morta ao hospital. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde, responsável pelo Hospital Carlos Chagas, para onde a mulher foi encaminhada.

Cláudia foi baleada em uma operação policial em sua comunidade. Três policiais militares prestaram socorro e colocaram a mulher no porta-malas do carro. Segundo a assessoria de imprensa da PM, no caminho para o hospital, o porta-malas abriu e Cláudia se projetou para fora do carro. Presa no automóvel, ela acabou sendo arrastada.

Os policiais foram presos por determinação da própria Polícia Militar: um inquérito policial militar (IPM) foi aberto para investigar a conduta dos agentes no socorro à vítima. O carro passou por uma perícia do Centro de Criminalística da PM.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.