Professores e alunos vão debater Acordo Ortográfico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 12/03/2014 19:01

Agência Estado

São Paulo, 12 - Professores e alunos das nações que têm o português como língua oficial têm até julho para debater possíveis mudanças no Acordo Ortográfico, fazer propostas e preparar relatórios sobre o assunto. As melhores sugestões serão selecionadas em setembro, no Seminário Internacional Linguístico-Ortográfico da Língua Portuguesa.

Na sequência, os governos dos países de Língua Portuguesa terão aproximadamente um ano para determinar o que deve ser simplificado. O prazo para a adoção total do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, firmado em 1990 e promulgado em 2008, foi aumentado para até 2016. Os novos preceitos linguísticos valerão para Brasil, Portugal e mais seis nações de Língua Portuguesa.

De acordo com a Agência Senado, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) da Casa formou em 2013 o Grupo de Trabalho Técnico (GTT) para tornar mais simples e aprimorar o conjunto das regras ortográficas. O propósito é estabelecer - em grupo - um idioma claro e compreensível a todos.

A prorrogação do início da aplicação obrigatória da nova ortografia e a reformulação das regras adotadas são demandas de especialistas do setor. Para tornar menor o número de regras e exceções, o GTT agrupa o Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa (Cellp), a Academia de Letras de Brasília (ALB) e o movimento Simplificando a Ortografia, que visa facilitar o ensino e a aprendizagem da escrita. As discussões poderão ser feitas pela página do Simplificando a Ortografia na internet.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.