Condenado, réu foge do próprio julgamento em SP

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 12/03/2014 11:01

Agência Estado

Ribeirão Preto, 12 - Condenado por matar um estudante em 2008, Aurelito Borges Santiago deixou o Fórum de Ribeirão Preto nesta terça-feira, 11, antes de ouvir a sentença e não ficou preso. O crime teve grande repercussão na época, há cinco anos, e amigos e familiares do jovem acompanhavam o julgamento.

No momento em que os jurados se reuniram para definir se o réu era culpado ou inocente, ele saiu do Fórum e não foi mais visto. Ao retornar para dar o veredito, a juíza Isabel Alonso Bezerra leu a sentença e passou a considerar o acusado um foragido da Justiça.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, ao deixar o Fórum o réu ainda respondia ao processo em liberdade, passando a ser considerado foragido somente após a sentença ser proferida pela juíza. O advogado de defesa, Alexandre Durante, alegou não ter visto o cliente sair do local.

Santiago foi julgado por matar em 2008 o estudante Rodrigo Cintra Bonilha, de 18 anos. O rapaz estava com amigos perto de um conhecido bufê em Ribeirão quando foi baleado pelo réu que era vigia do local. Ele alegou ter se assustado com os rapazes e teria atirado na vítima por medo, versão esta que foi contestada pelas testemunhas de defesa.