Prisão provoca confronto na Cracolândia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 11/03/2014 22:07

Agência Estado

São Paulo, 11 - A prisão de duas acusadas de tráfico de drogas gerou um confronto entre frequentadores da Cracolândia, no centro de São Paulo, e guardas-civis metropolitanos na tarde desta terça-feira, 11. A Prefeitura informou que foram lançadas bombas de gás para dispersar um grupo de pessoas que arremessou pedras nos GCMs, ferindo um deles.

Segundo nota da Prefeitura, a prisão ocorreu depois de as duas suspeitas serem monitoradas. “A detenção ocorreu dentro dos parâmetros de atuação do programa ‘De Braços Abertos’, depois de cerca de duas horas de filmagem pelas câmeras do sistema de Monitoramento que mostram a ação das suspeitas”, diz o texto. A ocorrência foi registrada no 77.º DP (Santa Cecília).

Depois da prisão, um grupo de dependentes partiu para cima de uma viatura da GCM que estava estacionada na Alameda Cleveland. Ali, jogaram pedras nos guardas, atingindo um deles na cabeça, e quebrando um vidro da viatura, “O guarda ferido foi atendido no Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia e já foi liberado”, diz a nota.

“A GCM não tem nem utiliza balas de borracha e refuta o relato de que flagrantes possam ser ‘forjados’, conforme relatos reproduzidos na imprensa”, termina a nota da Prefeitura, que informa ainda que “preconiza a ação sem violência na região, buscando distinguir e separar traficantes e usuários” e informa que, desde que a operação começou, 25 suspeitos de tráfico foram presos e 4 mil pedras de crack foram apreendidas.

Denarc.

Esta não foi a primeira ação policial na região que terminou com o lançamento de bombas de gás. No fim de janeiro, logo após a atual ação de saúde e assistência social da Prefeitura começar na região, policiais civis do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) chegaram na área usando o equipamento. A justificativa foi para dar reforço a uma equipe que fazia uma prisão na área - mas não estava mais lá na hora do confronto.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.