Júri de Farah Jorge Farah é adiado pela 5ªvez

Ausência de testemunhas fez juiz remarcar o julgamento para maio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/03/2014 14:49 / atualizado em 10/03/2014 15:03

Agência Estado

O júri de Farah Jorge Farah, o ex-cirurgião que, em janeiro de 2003, matou e esquartejou a amante, Maria do Carmo Alves, foi adiado nesta segunda-feira, 10. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o julgamento foi marcado para o dia 12 de maio. Esta é a quinta vez que o júri é adiado desde que o primeiro julgamento contra o ex-cirurgião foi anulado pelo TJ-SP.

Ele havia sido sentenciado, pela primeira vez, em abril de 2008, a 13 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver. O processo está em andamento há mais de dez anos e o réu aguarda o julgamento em liberdade.

Segundo o TJ-SP, nessa segunda-feira,10, o julgamento foi adiado porque quatro testemunhas (duas de defesa e duas de acusação) não compareceram. Na semana passada, o defensor Odel Antun disse que pediu o cancelamento do júri desta semana por causa da não localização de testemunhas.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.