Masp sofre terceira pichação desde outubro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 07/03/2014 20:19

Agência Estado

São Paulo, 07 - Duas das colunas do prédio do Museu de Arte de São Paulo (Masp) foram pichadas durante a madrugada desta sexta-feira, 7. Algumas letras em preto foram escritas nas colunas vermelhas do lado esquerdo do prédio, que fica na Avenida Paulista. Ainda na parte da manhã, funcionários do museu repintaram as paredes, resolvendo o problema. É a terceira vez em que o museu é pichado desde outubro.

O museu não tem câmeras de segurança no ponto onde houve a pichação. As câmeras e os seguranças do prédio que ficam no vão livre à noite se concentram na região da bilheteria, à direita do prédio. Assim, não há imagens do autor (ou autores) da pichação - e o Masp decidiu não registrar o caso na Polícia Civil.

O prédio, um dos marcos arquitetônicos da cidade, é assinado por Lina Bo Bardi e é tombado pelos órgãos de defesa do patrimônio municipal e estadual e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que rejeitou o cercamento.

As duas pichações anteriores de que o museu foi alvo ocorreram em outubro do ano passado, nos dias 9 e 18. Os casos ocorreram depois de protestos marcados para começar no vão livre. Em um deles, as vigas foram pichadas com letras brancas. Na outra, foi escrito “punks contra o racismo” com spray preto.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.