Governo prorroga presença da Força Nacional no Maranhão

Ajuda federal busca a manutenção da ordem em presídios do estado, que tiveram diversas rebeliões e mais de 60 mortes desde o ano passado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/03/2014 15:19 / atualizado em 05/03/2014 16:08

Agência Estado

O governo decidiu prorrogar por mais 90 dias, contando a partir desta quarta-feira, 5, o emprego da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) em apoio ao Sistema Prisional na região metropolitana de São Luis, no Maranhão. A decisão está presente na portaria nº 476, publicada pelo Ministério da Justiça no Diário Oficial da União desta Quarta.

A Força Nacional foi destacada para atuar em ações de manutenção da ordem em estabelecimentos prisionais e terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de segurança pública do Maranhão. O período de presença da FNSP poderá ser prorrogado novamente, se necessário.

Desde o ano passado, foram registradas mais de 60 mortes de presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, localizado na região metropolitana da capital maranhense. A violência do presídio tomou as ruas de São Luís no início do ano e deixou vítimas. Uma criança de 6 anos morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas após um ônibus ser incendiado por ordem de presidiários de Pedrinhas.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.