13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Corpo de jornalista é encontrado no interior de SP, menores confessam assassinato Jornalista foi morto ao dar carona a dois jovens para baile funk em Sorocaba

Agência Estado

Publicação: 05/03/2014 14:31 Atualização: 05/03/2014 17:08

Mazzieri, de 45 anos, estava desaparecido desde a madrugada de sexta-feira (Reprodução/Facebook)
Mazzieri, de 45 anos, estava desaparecido desde a madrugada de sexta-feira

O corpo do jornalista Celso Mazzieri, de São Paulo, que estava desaparecido desde a noite de sexta-feira 28, foi localizado em Porto Feliz (SP), nesta quarta-feira, 5, confirmou a Polícia Civil da região. O veículo de Mazzieri, um Citroën, foi encontrado pela Polícia Militar no bairro Capoava, zona rural da cidade que fica a 120 km a noroeste da Capital, em um canavial, após denúncia anônima. O carro tinha a placa adulterada com fita adesiva: o número 3 foi transformado em 8. Não havia marca de sangue no local e a chave estava no contato.

Mazzieri fez o último contato com familiares na noite de sexta-feira, após sair do trabalho, para avisar que iria com um amigo para Porto Feliz, na região de Sorocaba. Ele deveria retornar à capital no dia seguinte, mas não o fez. Sem notícias, os parentes iniciaram as buscas e fizeram apelos por informações sobre o paradeiro do jornalista.

O amigo de Celso, ouvido pela Polícia Civil, disse que ele e mais dois amigos queriam ir a um baile funk na zona norte de Sorocaba e o jornalista se dispusera a levá-los. De acordo com o rapaz, Celso não quis ficar no local e teria se comprometido a buscá-los no fim da festa, às 5 horas, mas não apareceu.

Menores confessam

Dois menores de idade confessaram o assassinato do jornalista Celso Mazzieri, de 45 anos, a Polícia Civil. Os rapazes eram os mesmos que teriam sido levados pelo jornalista para um baile funk em Sorocaba, também no interior paulista. O corpo seria levado para o Instituto Médico Legal (IML) para perícia. Mazzieri morava em São Paulo e trabalhava na assessoria da atriz e apresentadora Nani Venâncio. A família chegou a pedir ajuda pela internet para ter notícias sobre o paradeiro do jornalista.
Tags:

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: jorge aparecido dutra
Muito esquisito, a reportagem também pouco esclarece. | Denuncie |

Autor: Elaine
Funkeiro né??? O raça ordinária!!!!!!!!!! | Denuncie |

Autor: jose newton moreira moreira
- Os políticos que criaram o estatuto do menor e adolescentes devem estar fazendo festa, rindo de alegria ao ver mai um inocente assassinado pelos 2 anjinhos. Os membros da comissão de direitos humanos farão um churrasco.Querem mandar uma carta a mãe do jornalista dizendo: bem feito,mataram seu filho | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.