18°/ 27°
Belo Horizonte,
22/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Carnaval de Olinda teve desfile de 80 bonecos gigantes Dilma Rousseff, Joaquim Barbosa, Rita Lee, Ronaldinho Gaúcho e outras personalidades estiveram entre os bonecos apresentados no desfile

Agência Estado

Publicação: 03/03/2014 18:07 Atualização: 03/03/2014 18:18

Na frente, os jogadores Magrão, Kuki, Caça-Rato e Ronaldinho Gaúcho. Logo atrás, é possível ver o boneco da cantora Rita Lee e da personagem Mônica (Reprodução/Instagram Diário de Pernambuco)
Na frente, os jogadores Magrão, Kuki, Caça-Rato e Ronaldinho Gaúcho. Logo atrás, é possível ver o boneco da cantora Rita Lee e da personagem Mônica

Olinda, 03 - Ivete Sangalo, Dilma Rousseff e o atual presidente do Superior Tribunal Federal estiveram nesta segunda-feira, 3, no carnaval de Olinda. Feitos de vibra de vidro e com cerca de 3,90 metros de altura, eles fizeram parte dos 80 bonecos gigantes que desfilaram pelas ruas da cidade pernambucana durante a manhã na Apoteose dos Bonecos Gigantes. O desfile está na sexta edição e, neste ano, começou com uma hora e meia de atrasado. Tempo de sobra para os foliões e turistas fotografarem as peças expostas nas calçadas do Alto da Sé, no Sítio Histórico.

Por volta das 11h30, eles saíram em direção ao Largo do Amparo, Varadouro e Ribeira seguidos por duas orquestras de frevo. Filipe Xavier, 21, carregou a estreante na folia, Rita Lee. "É pesado, mas a gente trabalha se divertindo. É meu primeiro ano de carregador, está valendo a pena", garantiu.

A Apoteose é uma criação da Embaixada dos Bonecos Gigantes, que guarda mais de cem exemplares de bonecos gigantes. O evento começou em 2009, por iniciativa do produtor cultura Leandro Castro. "O nosso trabalho é materializar ícones", comentou.

Eduardo Campos

Nesta segunda também aconteceu o 24º Encontro de Maracatus Rurais, em Olinda. O governador Eduardo Campos, que cumpre agenda intensa desde o começo da folia na capital e no interior, esteve no evento e aproveitou para fazer críticas ao Governo Federal. Campos sugeriu a criação de um diagnóstico das obras em execução em todo o país. "Tem obra parada por projeto mal feito, outras por inconsistência na contratação de sua execução, outras porque empresas faliram pela falta de fluxo adequado nos pagamentos", afirmou.

Em visita ao município de Nazaré da Mata, durante a tarde, acompanhado do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho, ele também questionou um possível desinteresse do governo pela população. "Brasília está cheia de gente que pensa mais em si do que na nação", disse. E evitou falar sobre a candidatura da ex-senadora Marina Silva como vice na chapa.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.