15°/ 28°
Belo Horizonte,
23/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Império de Casa Verde faz defesa da sustentabilidade

Agência Estado

Publicação: 02/03/2014 04:31 Atualização:

São Paulo, 02 - A Império de Casa Verde, que acaba de entrar na avenida, adotou o discurso da sustentabilidade no carnaval deste ano e vai fazer um desfile no Sambódromo de São Paulo com cara de manifesto em defesa da harmonia entre o homem e a natureza. A escola da zona norte vai cantar o samba-enredo "Sustentabilidade, construindo um mundo novo" para convencer o público que já passou da hora da humanidade rejeitar o modelo de desenvolvimento que tem a destruição do meio ambiente como consequência.

A escola será a penúltima a entrar no Sambódromo na noite de sábado, com horário marcado para 4 horas. Entre as personalidades do desfile o público pode esperar Mestre Zinho, um dos mais renomados líderes de bateria do carnaval paulistano, e a atriz e modelo Valeska Reis como Rainha de Bateria. No carnaval do ano passado a Império de Casa Verde entrou para o desfile das campeãs ao alcançar o quinto lugar.

Em 2014 a Império de Casa Verde completa 20 anos de fundação. A escola nasceu da vontade de moradores e comerciantes do bairro de Casa Verde, na zona norte da capital paulistana. Chegou ao Grupo Especial do Carnaval de São Paulo pela primeira vez em 2003 e desde então nunca mais saiu. Os melhores resultados ocorreram nos carnavais de 2005 e 2006, quando a escola se sagrou bicampeã.

Confira o samba-enredo da Império de Casa Verde:

A Casa Verde estremece de tanta emoção

lá vem o tigre guerreiro do meu coração

eu sou Império, sou a voz de uma nação

o meu cantar vai ecoar

Ouça o grito de alerta

em poesia a caçula manifesta

sustentabilidade, a hora é essa!

Uma explosão na imensidão

nos elementos o poder da criação

gira o tempo, não para

marcas da revolução, o homem colhe a degradação

quero lavar minha alma

na fonte que rio deságua, água limpa pra viver

Vem cá! Plantar a semente do amor

e preservar a nossa terra

abençoada pelo Criador

Do jeito que a coisa vai

ninguém aguenta mais

a natureza chora sufocada

vamos dar um fim, adeus poluição

quero ar puro para o meu pulmão

vai brilhar o sol que aquece o coração

a energia da nossa emoção

É o fogo da paixão

o samba é meu manto maior

de azul e branco, eu vou

construindo um mundo melhor!

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.