Morre médico cubano que atendia no interior paulista

Profissional do programa Mais médicos descobriu que tinha câncer no pâncreas e fez tratamento, mas não resistiu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 28/02/2014 14:37 / atualizado em 28/02/2014 14:56

Agência Estado

O médico cubano Vladimir Soubleppe Hernandez, de 49 anos, enviado pelo programa Mais médicos, do governo federal, à cidade de Ribeira, no Vale do Ribeira, região sul de São Paulo, morreu na madruga desta sexta-feira, 28, quando retornava para Cuba. O atestado de óbito informa que o médico tinha câncer no pâncreas. Hernandez foi enviado para a cidade em 13 de dezembro e atendia nas unidades do programa Saúde da Família.

A doença foi diagnosticada após uma tomografia pedida pelo próprio médico - ele sentia dores de estômago e reclamava de não conseguir se adaptar à comida brasileira. O médico estava internado desde o dia 20 no Instituto do Câncer, em São Paulo, mas não teria respondido ao tratamento. O avião em que era levado de volta para Cuba fez uma escala em Manaus e o médico foi levado na manhã de quinta-feira para o Hospital 28 de Agosto, onde faleceu.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.