Suspeito de matar cinegrafista em 2011 é preso no Rio

Profissional de imprensa levou um tiro no peito enquanto acompanhava o Bope em operação em favela

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/02/2014 15:23

Agência Estado

A polícia prendeu um dos suspeitos de terem participado do confronto com o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) em que o cinegrafista da Band Gelson Domingos foi morto, em novembro de 2011, na Favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Alexandre da Silva, o Xandoca, de 32 anos, foi localizado em Volta Redonda, no sul fluminense, por policiais do serviço reservado do 27.º BPM (Santa Cruz).

O Disque-Denúncia oferecia recompensa se R$ 1 mil por informações que levassem ao criminoso, acusado de fazer parte da quadrilha que comanda a venda de drogas em Antares. Ele tinha quatro mandados de prisão expedidos. Uma ligação levou a polícia ao bairro Retiro, em Volta Redonda, na noite de terça-feira. Xandoca foi preso sem reagir.

Domingos, de 46 anos, fazia a cobertura de uma operação do Bope em Antares, quando foi baleado. Um dos criminosos atirou na direção do cinegrafista, que chegou a filmar seu assassino. O tiro atingiu Domingos no peito. Ele foi levado para uma Unidade de Pronto- Atendimento, mas morreu antes de ser atendido.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.