Associação de lojistas promete evento para jovens que fazem 'rolezinhos' em SP

O Parque do Carmo, na zona leste da capital, é um dos possíveis locais estudados pela associação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 25/02/2014 16:49 / atualizado em 25/02/2014 19:25

Agência Estado

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) anunciou nesta terça-feira, 25, que vai criar um evento para os jovens que participam dos chamados "rolezinhos". A data e o local ainda não estão definidos, mas, segundo o presidente da associação, Nabil Sahyoun, o Parque do Carmo, na zona leste da capital, é um dos possíveis locais estudados pela associação.

"A Alshop resolveu tomar a posição de criar um primeiro evento com conteúdo cultural, diversão e confraternização. Vamos procurar envolver lojistas, shoppings, Prefeitura, governo do Estado e governo federal", disse Sahyoun. Ele afirmou que os líderes dos "rolezinhos" serão chamados para opinar sobre a estrutura e os locais onde os eventos serão realizados.

Integração

Nesta terça, a Alshop também anunciou um protocolo de integração assinado na segunda-feira, 24, com a Secretaria de Segurança Pública. A ideia do protocolo, segundo Sahyon, é aumentar a comunicação entre a secretaria e os estabelecimentos comerciais, criando assim um canal de monitoramento da segurança dentro e fora do shopping.

O coordenador de Relações Institucionais da Alshop, Luis Augusto Ildefonso, disse que esse canal de comunicação existe há cerca de seis meses, na região do 15.° DP (Itaim Bibi), entre os shoppings JK, Eldorado, Cidade Jardim, Iguatemi e Morumbi e a delegacia. De acordo com Ildefonso, o protocolo tem como objetivo padronizar esse tipo de ação para outras regiões da cidade.

A medida chega no momento em que os "rolezinhos" estão menos frequentes. Mas, segundo o especialista em segurança pública e privada Jorge Lordello, que participou do 5.° Fórum de Segurança da Alshop, há uma preocupação com os eventos desse ano e as possíveis manifestações, que já foram intituladas em algumas ocasiões de "rolezões".

"A segurança privada trabalha sempre com a antecipação. A gente tem comentado sobre o 'rolezinho', mas também há os 'rolezões'. Há possibilidade de manifestações durante a Copa do Mundo e as eleições, os shoppings recebem muita gente todos os dias", afirmou.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.