15°/ 28°
Belo Horizonte,
21/NOV/2014
  • (21) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Professor espancado em shopping no DF é internado em estado grave Pancadas provocaram traumatismo craniano e a quebra da mandíbula em duas partes. Dois suspeitos foram detidos

Saulo Araújo

Publicação: 25/02/2014 07:35 Atualização: 25/02/2014 07:53

Lucas foi espancado por reclamar de dois homens que urinavam em local impróprio (Foto cedida pela família )
Lucas foi espancado por reclamar de dois homens que urinavam em local impróprio

O toque do telefone pouco antes da meia-noite de domingo assustou a bancária Sara Silva Lopes Xavier, 30 anos. No visor do aparelho, aparecia o número do irmão, mas uma voz estranha anunciava a grave notícia: Lucas Silva Lopes Xavier, 27, estava desacordado em uma ambulância do Corpo de Bombeiros, seguindo para um hospital particular de Brasília. O professor de educação física acabara de se tornar vítima de um crime bárbaro que se popularizou no Distrito Federal. Acabou espancado dentro do Shopping Pier 21, no Setor de Clubes Sul, por repreender dois homens que urinavam em local impróprio. É a quinta vítima em quatro casos de linchamento em apenas uma semana (leia Memória). “Quase mataram o meu irmão por ele se sentir incomodado e desrespeitado”, desabafou Sara.

Testemunhas que estavam no estabelecimento contaram que o professor, morador do Lago Norte, se divertia em um bar acompanhado do consultor Maurício Barroso, 31 anos. Por volta das 22h, dirigiu-se ao banheiro situado perto da entrada principal do shopping e reagir à situação constrangedora. Ao chamar a atenção do grupo, foi agredido por dois rapazes musculosos. Um deles quebrou uma garrafa de cerveja na cabeça do jovem. Na sequência, a dupla desferiu socos e chutes. “Eu o encontrei desacordado uns 10 minutos depois, nem sabia da confusão. Não podemos aceitar que esse tipo de coisa se torne natural. Ele não morreu por sorte. Não cabe imaginar que existam pessoas tão covardes no mundo”, lamentou Maurício.

Imagem de um dos suspeitos, que foi preso na segunda-feira (Marcelo Ferreira/CB/DA Press)
Imagem de um dos suspeitos, que foi preso na segunda-feira
O professor está internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Santa Helena e não se recorda do episódio. Ainda não há previsão de alta. Embora Lucas esteja consciente, o quadro dele é considerado grave. As pancadas provocaram traumatismo craniano e a quebra da mandíbula em duas partes. O maxilar será reconstruído por intervenção cirúrgica, mas o que mais preocupa os médicos são três coágulos no cérebro. Talvez seja necessário submetê-lo a um procedimento a fim de drenar o sangue. Além disso, Lucas está com os movimentos do lado esquerdo do corpo comprometidos.

Os dois suspeitos de terem espancado o professor já foram detidos pela polícia. Ambos confessaram a agressão covarde. Ontem, quatro seguranças do shopping prestaram depoimento. As imagens das câmeras do Pier 21 foram apreendidas e devem ajudar na apuração do crime. O Correio esteve na administração do estabelecimento e, por telefone, entrou em contato com a assessoria de Comunicação. Em nenhum dos contatos, houve retorno.

Esta matéria tem: (21) comentários

Autor: Antônio Antônio Macedo Filho
Sempre achei que quem gosta de UFC tem uma tendência muito grande ao homossexualismo. Olha se um homem vai perder tempo e dinheiro para ver dois marmanjos se agarrando. Além de ser uma apologia a violência de muito mau gosto. | Denuncie |

Autor: wagner mendes
Estes dois monstros são de muita sorte, imaginem eu sendo o delegado e pai do professor agredido, no dia seguinte eu seria banido da policia e com um processo por morte com requinte de crueldade, mas eles tem muita sorte fazer o que. | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
Mas esse n é o país da "lei e da ordem" q o pt e seu ministro da Justiça,a mídia da BAND e Globo e outras porcarias institucionais desse país de instituições de papel?Será q a lei e a ordem só vale pra manifestante,pra provocar terror prévio enquanto nós somos presas de bandidos cotidianos?Q país... | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
A barbárie tomou conta do Brasil porque não existe lei contra criminosos. Estamos entregue as moscas se defesa, sem lei daí eu pensar cada vez mais que o negócio é nos protegermos e agir de acordo com o que nos ataque. É olho por olho? então vamos responder com dente por dente. | Denuncie |

Autor: Reinaldo Faria-Tavares
Esses são piores do que assaltantes, sequer por um celular eles matam. São maus de infância, complexados, do tipo Joaquim Barbosa, embora cada um se revele no seu "metier". | Denuncie |

Autor: André Luiz Souza
não adianta; a justiça brasileira tarda e falha tb...triste | Denuncie |

Autor: cesar bolt
Violência não justifica violência, mas deixa estes dois com agente, que tratamos deles direitinho. Os nomes do professor e do seu amigo sabemos, mas os nomes dos meliantes não se pode divulgar. Ai começa a proteção aos bandidos. | Denuncie |

Autor: Eduardo Campos
1 ano na solitária e ração pra comer uma vez ao dia seria o razoável para bestas dessa natureza. | Denuncie |

Autor: Daniel Coelho
Bando de pit boys covardes, filhinhos de papai, sem nenhum limite e com o cerebro lesado de tanto anabolizante. lixos sem utilidade para a sociedade, que ficam mais valentes ainda em bando. Lugar de animais irracionais é trancafiado na jaula por muito tempo, sem pesos e anabolizantes. | Denuncie |

Autor: ariani CAMPOS
COMO UM SIMPLES "NÃO" DADO NA INFÂNCIA FAZ FALTA! HOJE O CERTO ESTÁ ERRADO E ERRADO É O QUE ESTÁ CERTO! SOCORRO! | Denuncie |

Autor: Marco Tulio
eu aposto q em menos de 1 mês já estão na rua e q nada vai acontecer com os marginais... ainda mais em Brasilia... país da IMPUNIDADE | Denuncie |

Autor: juliano almeida
No mínimo teriam que ser espancados ate terem as mesmas lesões,aqui se fez aqui se paga,queria ver se muita coisa mudava nespais,não precisa de prisão,somente os mesmos danos feitos a vitima. | Denuncie |

Autor: Marcelo Coelho
Vao ser julgados por homicidio doloso ou dolo eventual, ficar presos um ano e depois estao nas ruas de novo! Que inveja dos EUA e Europa, onde este dois seriam julgados por tentativa de homicidio e tomariam no minimo uns 30 anos de cadeia, sem reduçao de pena! Em pais serio todos tem medo da justiça! | Denuncie |

Autor: Luiz Soares
Normalmente, são praticantes de artes marciais que ficam doidos para testar as habilidades em pessoas despreparadas. A apologia à violência começa com transmissão ao vivo de lutas do UFC em que o sangue jorra livremente e a população vibra. O jovem sonha em ser um Anderson Silva da vida... | Denuncie |

Autor: Eduardo Tavares
Parece que esses dois idiotas sofrem de atrofiamento cerebral à medida que desenvolvem os músculos. Bandidos, mau educados, no mínimo são desocupados, filhinhos de papais que dão tudo que as dondoquinhas querem. Devem mofar na cadeia, se agem como animais, devem ser tratados como tal. | Denuncie |

Autor: José Resende
Brasília é prolífica em ações desse tipo. Parece que o clima desagradável e a falsidade e hipocrisia necessárias à convivência diária acabam desaguando em episódios de ódio. Cenário ideal para a existência da raça chamada políticos. | Denuncie |

Autor: Matias Silva
Deveriam pegar esse dois lixos e quebrarem eles na porrada também!!! Dois lixos que não valem nada pra a humanidade !! Daqui a pouco aparecem uns babacas para defender eles .. | Denuncie |

Autor: valmir marques
melhor quando o pessoal de Brasilia está somente fraudando uma licitação ou pondo fogo no índio...quer dizer, melhor menos para o índio né? | Denuncie |

Autor: Antônio Antônio Macedo Filho
Se o bandido homicida tivesse a certeza que pegaria prisão perpetua, sem visita íntima, com uma visita a cada seis meses, através de um vidro, não faria uma besteira dessas. Terra da impunidade na capital da fantasia. Basta de impunidade, e acordem bandidos travestidos de políticos novo Cod. P. já! | Denuncie |

Autor: mauricio oliveira
Joga esses BANDIDOS COVARDES na cela e deixa virarem MOCINHAS, indenização pesada em cima desses COVARDES. | Denuncie |

Autor: demerson santos
É lamentável, são assassinos em potencial, porém mais cruéis, pois queriam matar na pancada por não gostarem de serem chamados a atenção. Justiça seja feita. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.