Manifestantes e PM começam a se posicionar no centro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 22/02/2014 18:07

Agência Estado

São Paulo, 22 - Com mais de 13 mil presenças confirmadas pelas redes sociais, o segundo ato contra a Copa do Mundo reunia cerca de mil pessoas na Praça da República, região central de São Paulo, por volta das 17h deste sábado, 22, segundo a Polícia Militar. O primeiro protesto, realizado em 25 de janeiro, terminou em confronto e teve 128 pessoas detidas.

O efetivo da Polícia Militar ainda era maior do que o de manifestantes. Alguns policiais utilizam câmera nos óculos para registrar as ações dos manifestantes e eventuais confrontos.

Um "pelotão ninja" da Polícia Militar, especializado em artes marciais e sem armas de fogo, atuará pela primeira vez no segundo ato intitulado "Não vai ter Copa". Segundo a PM, o grupo deve imobilizar quem, eventualmente, praticar crimes na multidão.

Alguns mascarados também estão presentes e um grupo de pessoas entoa cantos contra a Copa do Mundo. Os mascarados Eles fizeram um cordão juntando os braços e fecharam toda a Avenida São Luís, próxima à Praça da República.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.