16°/ 26°
Belo Horizonte,
22/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio tem dia de trânsito complicado no Centro

Agência Estado

Publicação: 17/02/2014 19:07 Atualização:

Rio, 17 - O primeiro dia útil de mudanças do trânsito no Centro foi de engarrafamentos e desinformação. Por causa do fechamento do mergulhão, para a derrubada dos últimos trechos da Perimetral, a Avenida Rio Branco passou a ter trânsito em mão dupla e carros particulares foram proibidos de circular. Duzentas linhas de ônibus tiveram os itinerários e pontos alterados.

O prefeito Eduardo Paes recomendou que o Centro fosse evitado nesta segunda-feira, 17, e que as pessoas dessem preferência ao transporte público. Conselhos difíceis de serem seguidos: 37% dos empregos da capital se concentram no Centro e na Zona Portuária, aponta pesquisa do professor Mauro Osório, da Faculdade de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Eram 652.577 pessoas em 2012, segundo dados do Instituto Pereira Passos. Os que tentaram chegar de ônibus ficaram parados em longos engarrafamentos que se formaram na Avenida Presidente Vargas, com reflexos na Avenida Brasil e Ponte Rio-Niterói.

O vendedor Jefferson Martins, de 23 anos, costumava levar 15 minutos entre o bairro Santa Teresa e a Rio Branco, onde trabalha numa sapataria. Ontem, levou uma hora para fazer o trajeto. "O ônibus está passando pela Glória e para na Praça XV. Ainda tive que andar 15 minutos até aqui. Ficou horrível", afirmou.

A gerente de escritório de advocacia Rosangela Barreto, de 50 anos, levou duas horas entre Vila Isabel, na zona norte, e a Rio Branco, em vez dos 40 minutos habituais. "Fiquei mais de 50 minutos parada na Cidade Nova. É um absurdo".

Paulo Cezar Ribeiro, professor de engenharia de transportes da Coppe/UFRJ, disse que ficou impressionado pelo engarrafamento formado por ônibus. "Se a alternativa é o transporte público, tem que ser oferecido um bom transporte público. A cena de filas de ônibus é tragicômica", criticou.

Em nota, o Centro de Operações Rio informou que acompanhou em tempo real as mudanças no centro e fez ajustes nos tempos de alguns semáforos e reforçou o número de agentes para orientar o trânsito em cruzamentos. O secretário municipal de Transportes, Carlos Osório, informou que vai recomendar às empresas de ônibus que aumente o número de agentes para orientarem passageiros sobre novos pontos e trajetos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.