17°/ 31°
Belo Horizonte,
01/NOV/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Forte temporal deixa destruição no litoral norte de SP

Agência Estado

Publicação: 16/02/2014 18:49 Atualização: 16/02/2014 19:06

Um forte temporal que atingiu o litoral norte de São Paulo entre a noite de sexta-feira, 14, e a madrugada deste domingo, 16, deixou um rastro de destruição em São Sebastião e Ilhabela. Casas e ruas foram alagadas e destruídas, carros foram arrastados pela enxurrada e muitas famílias perderam móveis e eletrodomésticos e ficaram desabrigadas.

Em São Sebastião, a prefeitura decretou estado de alerta. Quatro famílias da Vila Progresso, em Juquehy, ficaram desabrigadas. De acordo com o chefe da Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, 13 moradores foram removidos para casas de parentes. Em alguns imóveis, a água chegou a pouco mais de um metro de altura. As vítimas perderam produtos alimentícios, geladeira, fogão, colchão, entre outros pertences.

A faxineira Joselita dos Anjos, que teve sua casa atingida, disse que é a segunda vez que isso acontece. "Perdi tudo novamente, inclusive toda alimentação", lamenta. Outro morador prejudicado é o chefe de manutenção Rodrigo Santos Cruz, que ficou sem o guarda-roupas. "A enxurrada foi tão forte que derrubou o muro ao lado da minha casa. A água chegou à altura do joelho", revela.

De acordo com a Defesa Civil, o acumulado nas últimas 36 horas é de 290 milímetros. Entre as 22h44 de sexta-feira, 14, e as 2h45 da madrugada deste sábado, 15, choveu 156 milímetros somente em Juquehy, segundo o órgão. Parte das casas atingidas foi erguida em área irregular e em cima de um curso d'água. Ainda conforme a Defesa Civil, 44 casas foram invadidas pela água. O órgão realiza o monitoramento da área a cada cinco horas e orienta os moradores em caso de desocupação, uma vez que a região está em estado de alerta.

Em Ilhabela, a enxurrada desceu dos morros e cachoeiras e provocou a destruição de ruas, que também ficaram alagadas e impediram o trânsito na ligação Centro-Sul. Vários carros foram arrastados pela correnteza e algumas casas foram destruídas. Os bairros mais atingidos foram Reino, Barra Velha, Água Branca e Perequê.

No centro da cidade, o muro que circunda a Igreja Matriz caiu e bloqueou uma rua. Outro muro de uma escola municipal também cedeu. Diversas árvores foram arrancadas e a Defesa Civil também registrou deslizamentos de terra. De acordo com o órgão, choveu 173 milímetros em duas horas. Eram esperados para todo o mês de fevereiro 50 milímetros. Uma família foi removida de sua casa no bairro Morro dos Mineiros.

Em Caraguatatuba, a Rodovia Rio-Santos ficou alagada e prejudicou o tráfego no sentido São Sebastião. Diversos bairros da região sul da cidade tiveram ruas completamente alagadas. O nível da água, em algumas delas, chegou a mais de um metro de altura. Nos três municípios, não houve registro de feridos.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.