13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (12) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Médica cubana pede indenização de R$ 149 mil do governo Em ação proposta na Jjustiça do Pará, Ramona pede R$ 69 mil em salários e R$ 80 mil por danos morais

Agência Estado

Publicação: 14/02/2014 17:07 Atualização: 14/02/2014 17:33

Médica cubana Ramona Matos Rodriguez está trabalhando na AMB enquanto espera prova de revalidação do diploma de medicina (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Médica cubana Ramona Matos Rodriguez está trabalhando na AMB enquanto espera prova de revalidação do diploma de medicina


A médica cubana Ramona Matos Rodriguez ingressou nesta sexta-feira, 14, com uma ação na Justiça reivindicando que o governo federal pague R$ 149 mil de indenização pelo período em que trabalhou no Mais Médicos. Ramona, que abandonou o programa na semana passada e pediu abrigo na liderança do DEM, pede que o valor seja bloqueado das contas da União liminarmente, até que o mérito da causa seja analisado.

A ação foi proposta na Justiça do Pará, Estado onde Ramona prestou serviços por quatro meses. A médica reivindica R$ 69 mil em salários e direitos trabalhistas não pagos e R$ 80 mil como indenização por danos morais. Ramona trabalhava na cidade paraense de Pacajá. Ela afirma ter deixado o Programa Mais Médicos por causa da baixa remuneração, sobretudo quando comparada ao valor que o Ministério da Saúde repassa para médicos que ingressaram no programa por meio de inscrições individuais.

O valor repassado pela pasta é R$ 10 mil. Ela, que foi recrutada por meio do acordo de cooperação com Cuba, recebe o equivalente a US$ 400. O restante dos recursos ficava com governo cubano. A médica foi a primeira cubana a abandonar o Mais Médicos que não retornou para Cuba. Depois que seu caso veio à tona, semana passada, mais quatro casos de deserção foram registrados entre profissionais recrutados em Cuba.
Tags:

Esta matéria tem: (12) comentários

Autor: James Stuart
Está médica está tão certa, quanto aquela mãe, que numa "parada" militar achou que o único que estava no "passo certo" era seu amado filho ! | Denuncie |

Autor: Edson Fonseca
Faz ela muito bem em pedir que seja remunerada como os outros, esta diferença que é paga aos Cubanos deve estar sendo rateada entre a família Fidel e a curriola do PT, quem sabe até nestas generosas doações feitas aos membros presos desta quadrilha. Edson Fonseca. Brasilia - DF | Denuncie |

Autor: José Neto
Manda esta "mal agradecida"de volta. Êta cabo eleitoral fraca. o DEMocrata deveria dar comida e cama prá ela. O Brasil fez acordo foi com o país dela e não com ela. Quem escolheu os médicos foi Cuba. Portanto, manda ela receber do "DEMO"-cratas | Denuncie |

Autor: Robson Silva
Dê uma passagem de ida pros EUA pra essa mulher e pronto. Lá ela vai trabalhar como médica, ganhar bem, ser bem acolhida pelo povo, etc. | Denuncie |

Autor: Marcos Drummond
Vai Dilma, resolve esta encrenca! | Denuncie |

Autor: Denise Pinto
Com certeza ela vai receber um dinheirinho do DEM para ir para os EUA. | Denuncie |

Autor: Geraldo Geraldo
rssrssrrs... Pois é! Existe a possibilidade do "ônus" ser maior do que "bônus"!!! | Denuncie |

Autor: rafael roza
Baseado em que ela esta pedindo essa quantia ? ahahhaah, como tem gente oportunista nesse mundo.. | Denuncie |

Autor: Gustavo Martins
Até parece que a médica foi forçada (obrigada) a trabalhar aqui. Se não está satisfeita, volta pra Cuba logo e para de encher.. | Denuncie |

Autor: Marcelo freitas
Os médicos Cubanos trabalham em regime de escravidão! O trabalho é deles o dinheiro vai pró governo de Cuba. Penso que país nenhum do mundo deveria fazer este tipo de acordo escravagista! | Denuncie |

Autor: Roberto Ribeiro
Vai lá Dilma, pega o dinheiro do mensalão e "cria" um blog para arrecadar (lavar) o dinheiro. | Denuncie |

Autor: OBSERVADOR MINEIRO
QUERO VER OS JUÍZES TRABALHISTAS NORMALMENTE CONTRÁRIOS AO EMPRESÁRIO, COMO VÃO DECIDIR ...? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.