Ministério da Saúde cancela registro de médica cubana

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 12/02/2014 12:19

Agência Estado

Brasília, 12 - O Ministério da Saúde cancelou o registro da cubana Ramona Matos Rodriguez que exercia medicina no Brasil pelo Programa Mais Médicos. A decisão está em portaria da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Ramona trabalhava na cidade de Pacajá (PA) e deixou o programa na semana passada, quando pediu abrigo na liderança do DEM na Câmara dos Deputados. Ela alega que desistiu do projeto depois de tomar conhecimento de que o Ministério da Saúde repassa mensalmente aos médicos que atuam no programa o equivalente a R$ 10 mil. Recrutada por meio de um convênio firmado entre Organização Pan-Americana (Opas) e Cuba, Ramona disse receber apenas o equivalente a US$ 400.

Com o cancelamento do registro, a médica cubana não pode mais exercer a medicina no Brasil. Isso só poderá ocorrer novamente se Ramona fizer o processo de revalidação do diploma exigido no País.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.