Cubana que deixou programa começa a trabalhar amanhã

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 11/02/2014 19:37

Agência Estado

Brasília, 11 - A médica cubana Ramona Matos Rodriguez, que abandonou o programa Mais Médicos e se refugiou num primeiro momento no gabinete da bancada do DEM na Câmara dos Deputados, começará a trabalhar nesta quarta-feira, 12, na Associação Médica Brasileira (AMB). A médica vai ganhar R$ 3 mil e receberá ajuda da entidade para encontrar uma moradia fixa em Brasília.

Ramona foi contratada para trabalhar na área administrativa como assessora da diretoria da AMB. Segundo nota distribuída pela assessoria do DEM, a médica também pretende atuar ajudando outros médicos cubanos que "estão sendo tratados como escravos e ganhando diferente dos outros profissionais". Ao deixar o programa, a médica alegou que ganhava apenas US$ 400, enquanto os demais profissionais de outras nacionalidades recebem do governo brasileiro R$ 10 mil.

O DEM informou que a médica terá assegurado os benefícios trabalhistas previstos na legislação brasileira. A cubana manifestou o desejo de fazer a prova de revalidação do diploma médico, o Revalida.