Jovem baleado durante protesto em SP tem alta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 11/02/2014 09:07 / atualizado em 11/02/2014 15:04

Agência Estado

Após ficar 16 dias internado, o estoquista Fabrício Chaves, de 22 anos, teve alta no fim da tarde de ontem, 10, da Santa Casa de São Paulo, de acordo com a assessoria de imprensa do hospital. Chaves foi baleado por policiais militares no dia 25 de janeiro, durante o protesto intitulado “Não Vai ter Copa”, e ficou cinco dias em estado grave na UTI.

De acordo com a versão da polícia, o estoquista teria ameaçado PMs com um estilete e, por isso, os policiais reagiram. Entretanto, ainda na UTI, Chaves prestou depoimento no qual disse que só sacou o estilete após ter sido atingido por um tiro. A versão foi reafirmada em um outro depoimento concedido, também no hospital, para a Corregedoria da PM.

O caso está sendo investigado pelo 4.º DP (Consolação) e pela Corregedoria, que apura se houve ou não excessos por parte da PM. Ao menos seis pessoas já foram ouvidas.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.