Médico que abandonou programa tinha sido elogiado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/02/2014 19:49

Agência Estado

Sorocaba, 10 - O médico cubano Ortelio Jaime Guerra, que abandonou o atendimento pelo programa Mais Médicos em Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira, e fugiu para os Estados Unidos, era elogiado pelos moradores do bairro Peri-Peri, na periferia da cidade, onde fazia consultas. O bairro é um dos mais carentes da c.idade que, por sua vez, está entre as que detêm os piores índices de desenvolvimento humano do Estado.

De acordo com a prefeitura, vários pacientes disseram que Ortelio, apesar de muito jovem, atendia sem pressa, era atencioso e demonstrava conhecimento. A deserção do profissional surpreendeu os moradores e, também, a prefeitura. "Ele foi embora sem comunicar nada. Até então, o médico aparentava estar satisfeito com as condições de trabalho aqui", disse o diretor do Departamento de Saúde, Willian Virginio de Souza. Ele chegou à cidade no dia 16 de dezembro, depois de ter sido recebido com festa em Registro, com outros 33 médicos destinados pelo programa a 22 cidades do Vale do Ribeira.

O diretor comentou que Ortelio foi instalado inicialmente em um hotel e estava à procura de uma casa, que dividiria com dois outros médicos do programa. Os outros profissionais continuam atendendo os 18.522 moradores. Assim que foi constatado que o cubano deixara a cidade sem aviso prévio, a prefeitura fez uma comunicação ao Ministério da Saúde. "Só depois ficamos sabendo que ele teria viajado para os Estados Unidos."

O cubano, com especialidade em nefrologia, havia feito amizade com outros médicos e visitou o hospital regional de Pariquera-Açu. Ele também manteve contato com médicas cubanas enviadas pelo programa a Cananeia, no litoral sul. Aparentemente, ele não revelou a ninguém o plano de fugir para os Estados Unidos.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.