16°/ 26°
Belo Horizonte,
25/ABR/2014
  • (13) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma ordena PF a ajudar na investigação sobre a morte de cinegrafista Presidente usou o Twitter para lamentar o fato. Já os senadores usaram a bancada para denunciar a violência que se esconde por trás das manifestações

Estado de Minas

Publicação: 10/02/2014 16:31 Atualização: 10/02/2014 18:19

Posts da presidente Dilma sobre a morte de cinegrafista (Reprodução/Twitter)
Posts da presidente Dilma sobre a morte de cinegrafista
A presidente Dilma Roussef se pronunciou sobre a morte de cinegrafista nesta segunda feira 10, por meio da sua conta particular do Twitter. Utilizando-se de várias mensagens, Dilma lamentou a morte do jornalista, criticou as pessoas que desvirtuam protestos democáticos e ordenou a Polícia Federal a ajudar no caso. A presidente tem se mostrado solidária desde o dia que o cinegrafista da TV Bandeirantes se feriu gravemente ao filmar protestos dos Black Bloc no Rio de Janeiro.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou no início da tarde desta segunda-feira a morte cerebral do profissional. Ele foi atingido por um rojão de vara em um protesto no dia 6 de fevereiro e estava internado em estado grave no Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro

Confira as declarações da Presidente na íntegra: “A morte cerebral do cinegrafista Santiago Andrade, anunciada hoje, revolta e entristece. Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas. A liberdade de manifestação é um princípio fundamental da democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir, agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar patrimônio público ou privado. Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível”.

O vice-presidente Michel Temer também  lamentou na tarde desta segunda-feira, 10, a morte cerebral do cinegrafista Santiago Andrade pela sua conta no microblog Twitter. "Lamento muito o falecimento do cinegrafista Santiago Andrade da TV Band. Que sua família e amigos encontrem conforto neste momento de dor", escreveu Temer.

Assunto tomou a pauta da tarde no Senado

Senadores usaram a tribuna na tarde desta segunda-feira, 10, para cobrar punição dos responsáveis pela morte do jornalista e cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago de Andrade.

"Santiago Andrade, este é o nome da primeira vítima da brutalidade, da violência e da selvageria (...) que nem a sociedade, nem a democracia, que está no nosso país, aceitam, porque a democracia quer o contraditório, até, às vezes, o confronto, mas, nunca, no limite do sangue, nunca no limite da violência contra uma vítima", afirmou a senadora Ana Amélia (PP-RS), que também é jornalista. "Essa vítima não pode ficar impune", destacou.

O senador Ruben Figueiró (PSDB-MS) disse que a "violência desregrada" e a "falta de compostura" estão "contaminando a nossa sociedade". "Queria transferir à família enlutada os nossos sentimentos de pesar e ressaltar a mensagem que a viúva deixou a todos nós brasileiros, que realmente partiram de um momento de dor e de saudade. Que elas sejam registradas nos nossos corações e, sobretudo, na nossa consciência de brasileiros", afirmou o tucano.

O primeiro vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), defendeu uma maneira de se dar um "basta" nesse tipo de situação, com o fortalecimento da liberdade de expressão" de quem quer protestar. Mas observou que é preciso fazer um "duro combate a esses mascarados" que "ameaçam a sociedade". O vice-líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), cobrou "providências drásticas" contra quem participe de manifestações para agredir ou agir com violência. "Foi mais uma vítima, mais uma vítima da violência, mais uma vítima da insanidade, certamente daqueles que tumultuam para evitar que manifestações democráticas e pacíficas possam ter o apoio da sociedade", criticou.

(Com informações de agências)

Tags:

Esta matéria tem: (13) comentários

Autor: Pedro Brito
Essa senhora e seu partido são tão bons para o Brasil que fizeram a minha geração implorar pela volta da ditadura militar. Isso é que me deixa puto. Lutar pela tão falada democracia pra depois jogar tudo na lata de lixo. Esse é o Brasil. | Denuncie |

Autor: Maria Christina
Presidenta, mais uma manifestação no Rio. Onde está as forças armadas para coibir estas ações sem respeito nenhum? Espero que a Senhora tome atitudes para coibir estes vândalos. | Denuncie |

Autor: Sr. do Brasil LTDA
Acorda Presidenta; aproveite para iniciar um movimento TOLERANCIA ZERO com a violencia; reúna o Ministro da Justiça, Secretários de Segurança, militares, tribunais de justiça e vamos mudar estas leis ridículas: prisão sem direito a liminares, habeas corpus etc para os marginais; antes que seja tarde! | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
ATENÇÃO: OU TOMAMOS ALGUMA ATITUDE OU VAMOS CALAR DE VEZ CONTRA O CRIME. SÓ FALAR, ESCREVER NÃO ADIANTA. VAMOS FAZER PASSEATA FRENDE O JUDICIÁRIO UMA VEZ POR SEMANA E COBRAR ATITUDES DELES, DO LEGISLATIVO ENFIM: VAMOS A LUTA. SE NÃO, MORREREMOS TODOS NAS MAÕS DESSES TERRORISTAS. | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
Dilma não tem que pedir nada. Ela tem é que marcar uma reunião com ministros, senadores, OAB, judiciário, legislativo, deputados...e decretar a prisão perpétua neste país. Só ela minimizará esta absurda onda, tsunami de crimes no Brasil. Ou então, façamos nós a nossa justiça. | Denuncie |

Autor: Edmilson Ferraz
Engraçado. Só há investigação se a "presidenta" pedir??? Ela está, no fundo, querendo fazer campanha em cima deste crime. | Denuncie |

Autor: Guilherme Máximo
Se a Dilma quiser cobrar alguma coisa, que comece a COBRAR EXPLICAÇÕES SOBRE A MORTE DO EX-PREFEITO CELSO DANIEL. As falas manifestadas pela assessoria da Dilma são mais falsas do que nota de 3 reais. Quanto oportunismo! | Denuncie |

Autor: MARCELO FERNANDES
Pena que só vai ficar na Coonversa. Os Parlamentare somente sabem fazer isso: Parlamentar. Ou seja, falar, falar e falar. Fazer MESMO, eles não fazem. Este é o nosso Brasil. E, neste ano iremos colocá-los lá novamente! | Denuncie |

Autor: Sebastiao Vieira
Quer aparecer só porque os meios de comunicação está encima desse caso? O Brasil é um pais sem Lei, é um trem fora dos trilhos. Presta mais atenção Dona Dilma! | Denuncie |

Autor: Sebastiao Vieira
Ah D. Dilma, a Senhora precisa ler mais, ouvir mais e prestar mais atenção, aqui no brasil há mais assassinatos do que em muitas guerras! É justo que peçam punição pra queles bandidos, mas coisas assim acontecem a todo momento no brasil inteiro. | Denuncie |

Autor: Sebastiao Vieira
Olha a D. Dilma, ai! e os milhares de inocentes que morrem covardemente assassinados? E as crianças e mulher que são brutalmente estupradas e assassinadas, Os trabalhadores que são humilhados por bandidos a todo momento. Ela não diz nada? só porque a mídia está batendo forte nesse caso? | Denuncie |

Autor: Leopoldo Freitas
E o carro bomba que matou Mário Kosel Filho em 1968? É revoltante como essa turma que está no poder joga pra torcida. Dissimulados! | Denuncie |

Autor: José Pessoa
Serão punidos do mesmo que jeito que ela prometeu que seriam punidos os responsáveis pela catástrofe da boate Kiss, lembram? Essa presidente deveria agir mais e falar menos. Só os ignorantes acreditam nessa conversa fiada de punição. Aqui é o país da impunidade, da ilegalidade e da imoralidade. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.