Substituta de médica cubana deve chegar amanhã em Pacajá

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/02/2014 18:07

Agência Estado

São Paulo, 06 - O município de Pacajá, no sudoeste do Pará, contava apenas com dois médicos antes do início do programa Mais Médicos para atender aproximadamente 43 mil habitantes. A cidade, onde trabalhava a cubana Ramona Matos Rodríguez, que abandonou o programa no sábado, 01, já aguarda a chegada de uma substituta para esta sexta-feira, 07.

De acordo com o secretário de Saúde do Município, Ronaldo Santos Jr., uma substituição foi logo solicitada. "A outra médica está já no município de Marabá e chega logo aqui. Também vai atender a atenção básica, como a Ramona fazia", afirmou o secretário.

Ramona saiu de Pacajá dizendo que ia visitar uma paciente no último sábado. Nos quatro meses que esteve na cidade atendeu muito cidadãos paraenses. "Eu fui com ela duas vezes. A segunda foi para levar os exames que ela me pediu. Ela foi especial. Desde que esses médicos chegaram aqui na cidade, ai eu incluo a médica cubana, melhorou muito o atendimento", relata João da Silva, 64 anos e paciente da médica. Pacajá fica a 355 quilômetros de Belém.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.