12°/ 20°
Belo Horizonte,
29/JUL/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morre, aos 58 anos, o poeta e jornalista Donizete Galvão

Agência Estado

Publicação: 31/01/2014 08:56 Atualização:

Morreu na madrugada de quinta-feira, 29, em São Paulo, aos 58 anos, vítima de um infarto, o jornalista e poeta Donizete Galvão. Mineiro de Borda da Mata, ele se mudou para São Paulo em 1975 para estudar jornalismo e trabalhou como redator publicitário.

Ao longo de sua carreira, ele publicou sete obras e participou de antologias no Brasil e no exterior. São de sua autoria Azul Navalha (1988), Prêmio APCA, As Faces do Rio (1991), Do Silêncio da Pedra (1996), A Carne e o Tempo (1997), Ruminações (2000), Mundo Mudo (2003) e O Homem Inacabado (2010), finalista do Prêmio Portugal Telecom e segundo colocado no Prêmio Brasília de Literatura. O velório foi realizado na quinta-feira, 30, no Cemitério Santo Amaro e a cerimônia de cremação, no Crematório da Vila Alpina, no final da tarde. Donizete Galvão deixa a mulher Ana Tereza e dois filhos.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Alziro Ribeiro da Silva
Perdemos um grande poeta, nem tanto é conhecido de a muito que poeta não morre jamais. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.