/ 23°
Belo Horizonte,
02/AGO/2014
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ônibus incendiados geram prejuízo diário de R$ 1 milhão

Estado de Minas

Publicação: 30/01/2014 08:19 Atualização: 30/01/2014 08:38

Neste ano, já foram 58 ônibus incendiados na região metropolitana de  São Paulo,  (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Neste ano, já foram 58 ônibus incendiados na região metropolitana de São Paulo,
 

A onda de ataques a ônibus na maior capital do país já prejudicou cerca de 200 mil pessoas, segundo levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Transportes. Neste ano, 58 ônibus – média de dois a cada dia – foram incendiados ou depredados na Região Metropolitana de São Paulo, 31 deles na capital. O prejuízo das empresas é de cerca de R$ 500 mil por ônibus. Temendo novos ataques, ao menos 22 linhas de ônibus circularam ontem com restrição ou tiveram as viagens suspensas. Com isso, muitos passageiros tiveram que fazer os percursos a pé para chegar a suas casas.

Entre terça-feira e ontem, mais quatro ônibus foram incendiados na Estrada do M'Boi Mirim, na Zona Sul de São Paulo. Segundo a PM, os detidos no protesto de ontem estavam todos com uma camiseta branca, a foto e o apelido de um jovem morto na região na madrugada de anteontem. Trata-se de Guilherme Augusto Gregório, de 19 anos. Suspeita-se que o disparo tenha saído da arma de um policial. Com eles, os policiais apreenderam um galão de gasolina. Os suspeitos deverão ser indiciados por dano ao patrimônio e incêndio. Os adolescentes serão encaminhados à Fundação Casa.

Familiares dos detidos afirmaram que eles não participaram da manifestação e que viram o ônibus ser queimado pela TV e ao saírem na rua foram presos porque estavam vestindo a camisa com a foto de Guilherme. Já a PM afirma que os detidos fazem parte do grupo de 30 pessoas que queimou o ônibus e que eles foram capturados quando se preparavam para atear fogo em um segundo coletivo.

Na terça-feira, outros oito suspeitos, sendo dois homens e seis adolescentes, já tinham sido detidos por suspeita de participarem dos atos de vandalismo na região. A SPTrans informou, por meio de nota, que solicitou formalmente reforço policial preventivo nos bairros com dificuldades de operação, entre eles alguns na Zona Sul da capital. “A SPTrans entende que a polícia precisa tomar providências para que a situação volte à normalidade”, diz o comunicado.
O secretário de Segurança de São Paulo, Fernando Grella, afirmou que a sequência de ônibus queimados virou estratégia de grupos para dar visibilidade a protestos com diferentes motivações e que o governo já está apurando se há ação de organizações criminosas envolvidas.

Tags:

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: marcos penido
Quando a polícia acerta um, aí vira coitadinho, era trabalhador, etc.... Tem que prender, dar porrada, acabar com esta bagunça. Eles queimam, depredam, nós pagamos a conta, e fica por isto mesmo. | Denuncie |

Autor: sebastião costa
Por que não parar todas as linhas de ônibus do país, ou matar bandido? O país esta vendo o que é valorizar bandido. Desarmar o povo, foi fácil; por que não desarma bandido? | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Acho que nossos governantes não moram no país. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.