16°/ 30°
Belo Horizonte,
30/OUT/2014
  • (4) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Motorista falava ao celular, diz polícia do Rio Luiz Fernando foi ouvido hoje pelo delegado e admitiu ter usado a Linha Amarela porque estava atrasado
  • Notícia

Estado de Minas

Publicação: 29/01/2014 17:49 Atualização: 29/01/2014 18:42

Polícia faz blitz na Linha Amarela e multa 111 caminhões por trafegar em horário proibido (Tania Rego/Agência Brasil)
Polícia faz blitz na Linha Amarela e multa 111 caminhões por trafegar em horário proibido


O motorista Luiz Fernando da Costa, de 31 anos, condutor do caminhão que derrubou uma passarela da Linha Amarela e matou cinco pessoas nessa terça-feira, 28, na Zona Norte do Rio, admitiu ao delegado Fábio Asty, da 44ª DP (Inhaúma), que falava ao celular no momento do acidente. A declaração foi dada nesta quarta-feira, quando o delegado tomou novo depoimento do motorista.

Durante o interrogatório, Luiz Fernando admitiu que falava ao celular com um colega de empresa. Contudo, Asty disse que o telefone será periciado, para checar se realmente houve a ligação no momento do acidente, que ocorreu às 9h13, segundo a empresa Lamsa, que administra a Linha Amarela.

Em conversa informal ocorrida na véspera, Costa disse não ter percebido que a caçamba do caminhão estava levantada. Afirmou ainda que sabia não poder trafegar na Linha Amarela com aquele tipo de veículo àquela hora (9h13), mas ter optado pela via porque estava atrasado. O motorista contou também que estava a 85 km/h no momento do acidente. A velocidade máxima na pista da direita é de 80 km/h.

Caminhões continuam a transitar em horário proibido


Uma blitz realizada na manhã desta quarta-feira (29), a Polícia Militar do Rio multou 111 motoristas de caminhão que trafegavam em horário proibido na Linha Amarela. Para facilitar o trânsito nos horários de maior movimento, a prefeitura proibiu a passagem de veículos de carga das 6h às 10h e das 17h às 20h. A fiscalização cabe ao Batalhão de Policiamento de Vias Expressas, com apoio da concessionária que administra a via.


Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes garantiu que não há relação entre o acidente e o horário restrito de circulação e que não houve tempo hábil para que nenhuma ação fosse tomada para evitar a colisão.

Nos últimos dois anos, 6.576 caminhões foram multados na via expressa por diversas causas. A multa para os veículos de carga que circulam em horário proibido é R$ 85,30, de acordo com o artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro.

Principal ligação da Barra da Tijuca e Jacarepaguá com a zona norte e o centro da cidade, a Linha Amarela tem tráfego diário de 130 mil veículos. No último mês, 2.734 multas foram aplicadas a motoristas que apresentaram alguma irregularidade.

 

(Com agências)

Tags:

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: geraldo magela
Virou uma praga o uso do celular. Agora, além de falar, ainda tem asno passando mensagens nos smartfones enquanto dirige. Completo desrespeito com a vida e a integridade física do ser humano. Multas altas e outras punições severas ajudariam muito. | Denuncie |

Autor: Sergio Batista
Nunca vi um Réu produzir tantas provas contra si. Admitiu que estava a 85km, em pista de 80, que sabia que não poderia transitar naquele horário e agora que estava ao celular. Só falta dizer que levantou a caçamba para esconder a placa das câmeras de monitoramento, já que estava em horário proibido. | Denuncie |

Autor: Ricardo Scz
dependendo da carga desses caminhões, vale a pena pagar a multa. Por isso eles não respeitam, além de que as blitzen são uma raridade. | Denuncie |

Autor: Mário Mário
Esse é único culpado! Levantou a caçamba para se livrar de multas, por estar numa pista proibida pelo horário, por estar a cima da velocidade permitida e por estar falando ao celular! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.