16°/ 30°
Belo Horizonte,
30/OUT/2014
  • (30) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Protestos de rua contra a Copa assustam políticos Grupos que se manifestam contra o evento estão presentes nas 12 cidades sedes e contam com uma grande mobilização nas redes sociais. Parte deles é formada por universitários

Leandro Kleber

Renata Mariz

Grasielle Castro

Publicação: 28/01/2014 07:50 Atualização: 28/01/2014 08:04

Manifestação em São Paulo contra a realização da Copa do Mundo no Brasil (Miguel Schincariol / AFP)
Manifestação em São Paulo contra a realização da Copa do Mundo no Brasil

Criados há mais de três anos para cobrar das autoridades públicas mais investimentos e políticas voltadas à melhoria de vida da população, os 12 comitês populares contra a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil espalhados pelas cidades sede do evento, que ajudaram a impulsionar inicialmente as ruas do país em junho do ano passado, não conseguiram mobilizar mais do que 5 mil pessoas no último fim de semana. Em Brasília, por exemplo, foram menos de 100 participantes marchando pela W3. Apesar da baixa adesão neste começo de ano, os protestos preocupam novamente o governo brasileiro principalmente pela violência registrada em São Paulo, que teve pessoas feridas e carros incendiados. O Planalto teme a má repercussão das cobranças da sociedade, principalmente às vésperas da eleição presidencial, principalmente por conta da grande mobilização desses grupos nas redes sociais.

Diferentemente do público dos rolezinhos, composto basicamente por adolescentes da periferia que buscam espaço para diversão, os líderes dos manifestantes são moradores ou profissionais atingidos por políticas da Copa e estudantes com nível superior. Muitos se inspiram em manifestações recentes feitas pelo mundo, como a Primavera Árabe e os protestos contra o encontro da Organização do Comércio em Seattle (EUA), e se comunicam pela internet. Para tentar ganhar corpo e buscar apoio, mantêm diálogo com movimentos mais tradicionais, como os sem terra, indígenas, quilombolas e atingidos por barragens.

“Não são marginais ou baderneiros. É uma articulação nacional preocupada com os gastos públicos e o impacto social da Copa”, avalia o sociólogo e cientista político Rudá Ricci. Segundo ele, os políticos tiveram chance de se reunir para conversar com os integrantes do movimento, mas não o fizeram. “Tenho a impressão de que o medo do governo de que as manifestações quebrem a normalidade do processo eleitoral levem ao confronto. O Planalto está desesperado com essa ameaça no meio da uma disputa eleitoral”, afirma. Segundo ele, cerca de 12 mil famílias tiveram de deixar as suas casas para a execução de projetos da Copa.

A participação de black blocs nos atos não é vista com maus olhos pelos organizados das passeatas. Apesar de não integrarem os comitês contra o evento, os adeptos do uso da violência durante os protestos são tidos como “os que reagem contra a violência policial”. Para o integrante do comitê anticopa de Belo Horizonte Rafael Bittencourt, 26 anos, formado em sociologia, há “focos de violência” nas passeatas, mas isso não impede militantes pacíficos de protestar. “Parte dessa violência é uma resposta à repressão policial. O governo brasileiro teve tempo suficiente para contornar os impactos negativos do evento. Como não fizeram, existe um grande apelo negativo (por parte da população). Isso pode culminar em grandes manifestações que podem impedir o megaevento”, acredita.

Baixa adesão Integrante do comitê contra a Copa na capital federal, o militante Vinícius Lobão, 29 anos, formado em comunicação social, justifica que o movimento no sábado foi prejudicado em Brasília por uma série de motivos. Lobão destaca a falta de campanhas este ano, as pessoas viajando durante as férias de janeiro e a realização de um acampamento da juventude capitalista no Rio de Janeiro. Ele reafirma que os jovens vão às ruas porque são contrários aos lucros “astronômicos” para a Fifa e seus patrocinadores.

VIGÍLIA EM SÃO PAULO
Baleado pela Polícia Militar em uma rua na cidade de São Paulo por supostamente ter reagido a uma abordagem no sábado, Fabrício Chaves, de 22 anos, recebeu ontem o apoio de parentes e amigos na porta do hospital onde está internado em estado grave. Integrantes dos grupos que organizaram o protesto na capital paulista fizeram uma vigília e montaram uma barraca no local para auxiliar a família do rapaz. Os manifestantes expuzeram cartazes e faixas, criticando principalmente a ação policial. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, ele levou dois tiros: um no tórax e outro no pênis. O primeiro causou hemorragia e o segundo levou à retirada de um testículo. Segundo o hospital, o jovem passou por uma cirurgia e o estado de saúde é estável, apesar de grave. O secretário de Estado de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, disse que os policiais reagiram a uma agressão do rapaz, que portava um estilete.  (Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo SP)
Baleado pela Polícia Militar em uma rua na cidade de São Paulo por supostamente ter reagido a uma abordagem no sábado, Fabrício Chaves, de 22 anos, recebeu ontem o apoio de parentes e amigos na porta do hospital onde está internado em estado grave. Integrantes dos grupos que organizaram o protesto na capital paulista fizeram uma vigília e montaram uma barraca no local para auxiliar a família do rapaz. Os manifestantes expuzeram cartazes e faixas, criticando principalmente a ação policial. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, ele levou dois tiros: um no tórax e outro no pênis. O primeiro causou hemorragia e o segundo levou à retirada de um testículo. Segundo o hospital, o jovem passou por uma cirurgia e o estado de saúde é estável, apesar de grave. O secretário de Estado de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, disse que os policiais reagiram a uma agressão do rapaz, que portava um estilete.
Tags:

Esta matéria tem: (30) comentários

Autor: Marco Pereira
AHHH !! QUER DIZER QUE, O QUE ASSUSTA POLÍTICO SÃO AS MANIFESTAÇÕES QUANDO O POVO SE REVOLTA? AHHHHHHH!!!! que interessante...E OS CRIMES QUE VEM ACONTECENDO EM TODO O BRASIL? ASSASSINATOS, ESTUPROS, ASSALTOS TODOS OS DIAS...ISSO NÃO ASSUSTA POLÍTICO NÉ? PAIZINHO DE MERDA ESSE NOSSO... | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
Agora não adianta gritar, espernear, enfrentar policiais...tínhamos que ter impedido esta copa aqui no Brasil quando ele foi indicado para ser escolhido ou não. Agora é continuar com shows, escolas de samba, fogos pela vitória do Brasil sediar a copa, né povinho? | Denuncie |

Autor: Aloisio Antonio Cabral
Por que não fizeram manifestação quando da candidatura e indicação do Brasil como sede da copa.?Será que os imbecis só agora souberam que tal evento traria despesas.Agora Inês e morta.Vamos aguardar quanto de retorno vamos ter e aprender a lição.Enquanto isso que a policia dê uma surra nos bardeneirs | Denuncie |

Autor: Omega Menem
Nesta Copa vamos torcer para o Brasil ficar fora, só desta forma a grande massa do povo pode ficar p... da vida e cair na real, de que a copa no Brasil so traz beneficios para os politicos e empresários CORRUPTOS! Nem eu nem vocês vamos ganhar NADA com a copa!!, pense nisso! | Denuncie |

Autor: Roberto Ribeiro
Quando vejo pessoas como o Geraldo Bragança falando essa quantidade de besteiras é que eu percebo cada vez mais que o PT virou uma religião e não um partido. O PT vai acabar com o país para se perpetuar no poder e ainda vão apoiar tudo isso. Esse país não tem jeito, nunca terá. | Denuncie |

Autor: andre correa
TERRORISTAS. Atos TERRORISTAS como queimar carros e depredação, devem ser exemplarmente reprimidos e punidos! | Denuncie |

Autor: Ricardo Castro
Concordo completamente com o Sr Hermógenes Santos e discordo do Sr José Pessoa. Mesmo que tivesse havido o tal "maior roubo institucionalizado que o mundo já viu", o que ganharíamos em mostrar isto para o mundo? Isto deveria ser discutido internamente. | Denuncie |

Autor: Alexandre Mata
A IGNORÂNCIA SE INSTAUROU NO BRASIL, VÃO CHORAR AGORA PELO LEITE DERRAMADO? AGORA É TARDE! SAIAM NAS RUAS PELO ALTO PREÇO DA GASOLINA, DA CARNE, DO FEIJÃO, DO TOMATE, DA FALTA DE EMPREGOS, DOS BAIXOS SALÁRIOS E FINALMENTE CONTRA OS GASTOS DO CARNAVAL QUE ESTÁ AI PARA VIR. LUTEM POR CAUSAS NOBRES!!! | Denuncie |

Autor: Marcelo Loschi
Essas passeatas deveriam ter ocorrido quando "o cara" trouxe isso para nós, todo mundo ficou feliz! O que sei é que se quebrar um bem público hoje amanhã ele está restaurado por 5 vezes o valor em caráter emergencial e sem licitação! Se der bobeira o filho do dono da empresa joga a pedra... | Denuncie |

Autor: Germano Ramos de Oliveira Braga
Passou da hora do povo acordar, será ainda preciso muito mais manifestações para mudar este país ..esta geração é a primeira a acordar após a redemocratização e decadas de bandalheira, graças à internet que dá opções e informações não submetidas à velha midia brasileira(Globo etc). | Denuncie |

Autor: PAULO SILVA
Os verdadeiros vândalos são os responsáveis pelo desumano transporte por trens retratado nas reportagens da globo. Fazer o usuário se locomover num trem lotado e quente (38 / 40 graus no rio) e com problemas recorrentes. Isso sim é vandalismo!!! | Denuncie |

Autor: Andre Lemos
TEMOS QUE PROTESTAR SIM, IRMOS PARA AS RUAS.MAS SEM VIOLÊNCIA. O POVO PODE E DEVE EXIGIR SEUS DIREITOS. MUDA BRASIL!VAMOS MUDAR PARA MELHOR ENQUANTO PODEMOS. CHEGA DE CORRUPTOS! CANSOU! BASTA!!! | Denuncie |

Autor: Gislene Maria dos Santos
Esperar soluções mágicas de um "salvador" ou apoiá-las nunca dá certo: temos para mostrar isso os casos de Getúlio, Jânio e Collor, sem falar que nenhuma ditadura é boa (mesmo os militares entraram em casos polêmicos de superfaturamento e corrupção). Milhares de pessoas não vão prá rua pau-mandados! | Denuncie |

Autor: Gislene Maria dos Santos
Manifestações PACÍFICAS são LEGÍTIMAS! BADERNA e QUEBRADEIRA são CASO de CADEIA! Muitos manifestantes vão prá rua por REVOLTA INDEFINIDA e MÚLTIPLA (às vezes injustificada) contra todo tipo de INCOMPETÊNCIA, INJUSTIÇA, OPRESSÃO e ABUSO cometidos pelos POLÍTICOS, a SOCIEDADE e até a própria família! | Denuncie |

Autor: Weber Filho
Protestar contra a copa é tipico de pessoas que não tem noção de números e muito menos de gestão. O Estado arrecadou mais de R$ 1 Trilhao de reais em impostos. Os estadios não custaram nem 10 Bilhões. Devemos protestar contra falta de gestão e como disse a alguém, com pauta. | Denuncie |

Autor: luiz souza
Protesto é na URNA!!! #VOTOEMBRANCO | Denuncie |

Autor: Ramon Faria
Os riquinhos de M ,vão pra rua quebram tudo, faz a maior arruaça e depois reclamam. O bandido recebe a policia a tiros,morre e depois a (comunidade) dos rolezinhos, acham ruim. | Denuncie |

Autor: Wallace Vidigal
Será que teremos um golpe militar este ano?? Ou uma solução radical de federalizar a maioria dos estados brasileiros?? A urna eletrônica é pura fraude! Não acreditem nela. | Denuncie |

Autor: Hermógenes santos
Sempre sou a favor de manisfestações. Mas manifestações para dar resultado, têm que ter pauta e cobrar de alguém que possa negociar. Desta forma sou totalmente contra. Não vão dar em nada. Essa de não vai haver copa é pura burrice. O ESTADO precisa prevalecer a isso. | Denuncie |

Autor: José Pessoa
E que políticos não tentem se aproveitar da situação. TODOS são culpados, PT, PSDB, PSB, PMDB, ou alguém se lembra de algum deles ser contra a realização da copa? O Sr. Aécio, por exemplo, prometeu um metrô da Savassi ao Mineirão... Cadê? | Denuncie |

Autor: José Pessoa
Temos que mostrar ao mundo a nossa insatisfação com a realização da copa em nosso país. Mais em função das promessas não cumpridas... Disseram que a copa iria alavancar o desenvolvimento e o que se viu foi o maior roubo institucionalizado que o mundo já viu. | Denuncie |

Autor: Claudiomiro souza
Os politicos tem q assustar sim,se no Brasil não existisse os corruptos, o Brasil não precisaria gastar toda essa grana para a copa, precisaria fazer alguns ajuste. | Denuncie |

Autor: Edilson Soares
Acho engraçado que pessoal vão as rua cobrar gastos com eventos da copa, jogos olímpicos, agora depois de todo gastos com estádios e outras mais estar prontos, e agora vão la quebrar os estádios, bancos,lojas,ônibus,via etc, manifestação contra corrupção altos salários dos políticos,ninguém protesta. | Denuncie |

Autor: Edilson Soares
Toda manifestação sem baderna e quebradeira e outros atos de vandalismo é sempre correta e bem vinda,a maior culpa desses gastos milhonarios com a COPA e JOGOS OLÍMPICOS são nós brasileiros qu devia ter ido as ruas quando foi anunciado que haveria COPA, agora ta pronto e ai vai desmanchar tudo. | Denuncie |

Autor: Prime Time 85
"POLÍCIA FASCISTA" Hahahahahah, estamos perdidos! | Denuncie |

Autor: Marco Paes
Enquanto a policia achar que o melhor para os manifestantes é se reunir no centro ou zona sul, enquanto o foco das atenções é a zona norte. Isso nunca ocorrerá. Por isso o embate. A PM defende o interesse daquele que repugnamos, enquanto deveria cuidar dos meus direitos, principalmente sobre a FIFA. | Denuncie |

Autor: Marco Machado
Só espero que o PT, que pagou para diversos grupos estudantis sumirem das ruas, mesmo no auge do mensalão nao pague novamente. É hora de aproveitar a Copa, evento mundial, para dar visibilidade aos nossos problemas sociais GRAVÍSSIMOS para um país que se diz GIGANTE QUE ACORDOU... VAMOS TOMAR AS RUAS | Denuncie |

Autor: Marco Paes
Temos que mobilizar 500 mil pessoas. ocupar cada avenida de acesso ao Mineirão. só assim vão abrir mão em detrimento da Pifia, digo Fifa e conseguiremos nos aproximar da imprenssa internacional que é o grande objetivo. | Denuncie |

Autor: Geraldo braganca
Estes protestos são financiados pelos partidos PSDB/DEM/PPS e PSB com objetivos rigorosamente eleitorais. É o fascismo à serviço de determinados candidatos. Querem na marra reduzir a aprovação da Presidente Dilma, já que seus candidatozinhos não decolam...tudo orquestrado, manipulado, induzido... | Denuncie |

Autor: guilherme pires
Desistam de protestar, pois o país está lotado de ignorantes mas que adoram o atlético, o cruzeiro, o flamengo... protestar nas urnas é a solução | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.