18°/ 23°
Belo Horizonte,
26/OUT/2014
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Secretário diz que baleado em São Paulo portava material explosivo A Secretaria de Segurança Pública divulgou fotos de objetos que estariam com jovem

Agência Estado

Publicação: 27/01/2014 21:37 Atualização: 27/01/2014 20:51

O secretário de Estado da Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, afirmou nesta segunda-feira, que o manifestante baleado por policiais militares no sábado, 25, portava na mochila material explosivo e defendeu que a PM "agiu em legítima defesa" na ocasião. Grella disse que o inquérito policial em andamento no 4º Distrito Policial (Consolação) aponta que o estoquista Fabrício Proteus Chaves, de 22 anos, e um colega portavam duas bolsas contendo uma chave de grifo, estilete, bolinhas de gude, óculos de proteção, uma garrafa de vinagre, e "uma substância sólida com pavio que está sendo periciada".

A Secretaria de Segurança Pública divulgou fotos de objetos que estariam com jovem baleado em São Paulo. Chaves foi baleado no tórax e na região genital por PMs e está internado em estado grave na Santa Casa, no Centro de São Paulo. Segundo amigos, ele não era adepto da tática black bloc e estava fugindo do tumulto quando foi abordado pelos policiais. O comandante-geral da PM, coronel Benedito Meira, disse que os disparos contra o jovem foram "legítimos".

Um vídeo mostra ação da PM durante protesto em São Paulo. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que a PM abriu um inquérito para apurar as circunstâncias em que o manifestante foi baleado. Imagens de uma câmera de segurança de um prédio na Rua Sabará mostram o momento em que Chaves caiu no chão, após conflito com três PMs. Os agentes disseram que ele portava um estilete e que teria tentado agredir um dos policiais, mas não é possível ver isso no vídeo.
Tags:

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: carlos bertoline
Tenho vergonha de ser brasileiro. País de povo medíocre, imbecil e vagabundo. Bem disse quem falou que Portugal só mandou gente imprestável para a colônia do Brasil. Valorizam os vagabundos criminosos e desqualificam a polícia. Choram pelo maldito baleado. Aviso: estilete corta pescoço até o talo. | Denuncie |

Autor: carlos bertoline
Bem feito para esse vagabundo. Tomara que não morra e vai perder o seu bilau. Ninguém foge de um tumulto se não estiver fazendo parte desse tumulto. E foi dar uma de valentão e enfrentar a polícia com um estilete na mão. Levou babaca. A favor da polícia ninguém vê estilete, mas se é contra, vê tudo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.