PM-SP: disparos contra manifestante foram legítimos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 27/01/2014 10:31

Agência Estado

São Paulo , 27 - O comandante-geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Coronel Benedito Roberto Meira, disse nesta segunda-feira, 27, em entrevista à Rádio Estadão que os disparos da polícia sábado, 25, contra manifestante em protesto foram legítimos. Ele conta que imagens de um prédio da Rua Sabará, em Higienópolis, zona oeste da capital paulista, onde Fabrício Proteus Chaves, de 22 anos, foi atingido, confirmam a versão dos PMs. "Vimos as imagens e percebemos que as declarações dos policiais são coerentes com aquilo que aconteceu. Temos absoluta tranquilidade de que a ação dos policiais foi legítima", disse.

De acordo com a PM, por volta das 22h30 de sábado, dois homens em atitude suspeita foram abordados por policiais na Rua da Consolação e um deles fugiu correndo. Durante a fuga, segundo a corporação, Chaves, teria tentado golpear dois policiais com um canivete e, ao continuar correndo, foi baleado por dois agentes. Ele foi levado, pelos próprios policiais, para a Santa Casa, em Santa Cecília, e estava em estado grave às 23 horas de ontem, 26. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Militar e também pela Polícia Civil. (Equipe)
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.