17°/ 31°
Belo Horizonte,
21/SET/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia mata um dos traficantes mais procurados do Rio Criminoso conhecido como Toulon morreu durante uma perseguição em Brás de Pina

Agência Brasil

Publicação: 26/01/2014 14:32 Atualização: 26/01/2014 19:57

A polícia do Rio matou, durante troca de tiros, no final da noite desse sábado, um dos traficantes de drogas mais procurados da capital fluminense. Josiel Gomes de Souza, o Toulon, tentava retomar o controle da venda de drogas na favela Para-Pedro, em Colégio, zona norte da cidade, e foi morto durante uma perseguição policial na Estrada do Quitungo, em Brás de Pina. Ele estava com dois comparsas. Um deles, ainda não identificado, também morreu.

O outro é Bruno Eduardo da Silva Procópio, de 33 anos, conhecido como Piná, do Complexo de Favelas da Penha. O Disque-Denúncia oferecia R$ 5 mil por informações que levaseesm a prisão do criminoso. Ele ficou ferido e está preso sob custódia no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

De acordo com o comandante do batalhão da PM, em Irajá, o traficante Toulon e os comparsas estavam em um Astra que furou uma blitz da corporação e acabou batendo num poste. Houve perseguição e o carro da PM também acabou colidindo com o carro dos bandidos. Na troca de tiros, Toulon e um comparsa morreram e o outro ficou ferido.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Mauro rENATO
No Rio não existe o traficante mais procurado, o líder, lá existem legiões. Lei de Hund, morre um, existem milhares para se tornar o próximo. O tráfico tem uma hierarquia. Morre o presidente, assume o vice | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.