12°/ 23°
Belo Horizonte,
23/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Correios e Polícia Federal debatem ações para evitar assaltos e roubos Nas últimas semanas, as instituições iniciaram uma atuação conjunta no Piauí para a prevenção de assaltos

Agência Brasil

Publicação: 21/01/2014 21:19 Atualização:

As ações conjuntas para prevenção a assaltos às agências dos Correios e a roubos a carteiros foram discutidas nesta terça-feira em reunião entre o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, e o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello. As duas instituições têm um acordo de cooperação desde o final do ano passado para ampliar as medidas de segurança aos trabalhadores dos Correios.

Nas últimas semanas, os Correios e a Polícia Federal iniciaram uma atuação conjunta no Piauí para a prevenção de assaltos. A ação é considerada pioneira e está revendo procedimentos em busca de aprimorar a troca de informações entre as duas instituições e agilizar a prisão de criminosos, de acordo com os Correios. No estado, a empresa está investindo na compra de cofres, fechaduras, sistemas de alarme e de imagem e instalação de porta com detector de metais e contratação de serviços de vigilância.

Um projeto piloto de prevenção a roubos a carteiros foi feito no último ano em São Paulo e houve redução de 36% no número desses crimes. Os Correios, no entanto, não detalham as ações do projeto para não prejudicar as medidas de segurança. Umas delas é investir no uso de rastreadores para veículos e para encomendas.

O Sindicato dos Correios do Distrito Federal reclama da falta de segurança nas agências e diz que, apesar dos assaltos, são poucas as unidades do Distrito Federal que têm portas giratórias com detector de metais e nenhuma delas têm vigilantes. Os Correios afirmam que alarmes, vigilantes e porta com detector de metais são recursos de segurança adotados nas agências, de acordo com os níveis de risco e as características de cada localidade

Os Correios informam que estão previstos inevstimentos de aproximadamente R$ 240 milhões em aparatos de segurança em todo o país.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.